Repositório Digital

A- A A+

Valoração econômica dos recursos naturais : uma aplicação para o setor industrial de Caxias do Sul

.

Valoração econômica dos recursos naturais : uma aplicação para o setor industrial de Caxias do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Valoração econômica dos recursos naturais : uma aplicação para o setor industrial de Caxias do Sul
Autor Gullo, Maria Carolina Rosa
Orientador Pôrto Júnior, Sabino da Silva
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Caxias do Sul (RS)
Economia ambiental
Indústria
Meio ambiente
Recursos naturais
[en] Contingent valuation
[en] Cost- efectiveness
[en] Environmental economics
Resumo A relação economia e meio ambiente, retratada pela teoria econômica desde autores como David Ricardo, Thomas Malthus e Marx, tornou-se mais evidente após a década de 60 (século XX) em função dos processos de industrialização nos principais países do mundo. Intelectuais, como os que formaram o Clube de Roma, ressaltavam a tendência à escassez dos recursos naturais pela superexploração. Porém, uma área ainda é bastante polêmica dentro da relação entre economia e meio ambiente: a da valoração econômica. Os métodos usualmente propostos tendem a valorar os recursos naturais através da revelação das preferências. Normalmente, os recursos naturais não possuem um mercado real, fazendo-se necessário recorrer-se a um mercado hipotético para revelar a preferência dos agentes econômicos. Para fazer uma discussão acerca do tema, esta tese está dividida em três ensaios. No primeiro fez-se uma revisão sobre as teorias que evidenciam a relação entre economia e meio ambiente. No segundo aplicou-se o método da valoração contingente usando a Represa Dal Bó, em Caxias do Sul, como objeto no qual se desejou encontrar a disposição a pagar por sua preservação. Para o tratamento das informações aplicou-se uma regressão logística do tipo Logit. Por fim, no terceiro apresentou-se a Análise Custo Efetividade como uma alternativa a valoração ou precificação de um recurso natural. Para tanto, utilizou-se a situação dos recursos hídricos de Caxias do Sul para um exercício aplicando a ACE. Como conclusão, tem-se que a relação entre economia e meio ambiente é polêmica, sobretudo no que diz respeito à valoração. Ao aplicar o MVC, este apresentou resultados econométricos não muito significativos, confirmando as limitações do método. Mesmo assim, aponta com uma probabilidade de 69% uma disposição a pagar de mais de R$ 4,00/mês. Já para a aplicação da Análise Custo Efetividade, ao considerar-se apenas o setor industrial, tem–se que uma tarifa incitativa seria, no mínimo, de R$ 636,68 ton/ano representando o custo marginal para tratar a matéria orgânica medida pela demanda química de oxigênio. Ao acrescentar outros setores tem-se que a tarifa diminui para R$ 572,32 ton/ano devido ao custo marginal menor do setor doméstico. Pelos exercícios propostos a análise custo efetividade se mostra viável para valorar os recursos naturais sem, necessariamente, os precificar diretamente.
Abstract Economy and environment relationship, portrayed by economic theory from authors like David Ricardo, Thomas Malthus and Marx, became more apparent after the 1960s (Century XX), standed out by the industrializing processes in main countries of the world. Intellectuals such as members of The Club of Rome gave emphasis to the natural resources scarcity tendences caused by super exploration. However, there is still a controversial area within the relationship between environment and economy: the economic valuation.Usual proposed methods tend to value natural resources through disclosure of preferences. Normally occurs that natural resources do not have a real market, making it necessary to resort to a hypothetical market to reveal the preference of economic agents. For a discussion on the issue, this thesis is divided into three essays. In the first, a review about the theories that highlight the relationship between economy and environment is made. In the second, the contingent valuation method is apllied using the Dal Bó dam, at Caxias do Sul, as the object in which is wanted to find the disposition to pay for its preservation. For the information treatment is applied a logistic regression, Logit type. Finally, in the third, an Effectiveness Cost Analysis is presented as an alternative to a natural resource valuation or pricing. Therefore, the hydric resources situation in Caxias do Sul was considered in an exercise using the ECA. By conclusion, the relationship between economy and environment lead to polemics, especially what refers to the valuation. When applied the contingent valuation method the econometric results was not very significant, confirming your limitations. Nevertheless, with a probability of 69%, a willingness to pay was more than R$ 4.00/month. For Effective Cost Analysis application, when considering only the industrial sector, an inciting fare would be, at least, R$ 636,68 ton/year which represents the marginal cost to treat organic material measured by the oxygen chemical demand. When adding other sectors the fare diminish to R$ 572,32 ton/year due to lower marginal cost of domestic sector. By the proposed practices the Effectiveness Cost Analysis presents itself proper for valuing natural resources, without, necessarily, price them directly.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/25812
Arquivos Descrição Formato
000752185.pdf (906.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.