Repositório Digital

A- A A+

Gramática de formas e o mobiliário modular multifuncional : um estudo de caso

.

Gramática de formas e o mobiliário modular multifuncional : um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gramática de formas e o mobiliário modular multifuncional : um estudo de caso
Autor Schreiner, Fernanda Reis
Orientador Turkienicz, Benamy
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Design.
Assunto Design
Forma arquitetônica
Mobiliário
[en] Case study
[en] Method
[en] Modular multi-functional furniture
[en] Shape grammar
Resumo Esta pesquisa relaciona a teoria da Gramática de Formas (STINY;GIPS, 1972) com os princípios de modulação (HUANG, 2000), para subsidiar um método de antecipação das alternativas de composição capaz de prever a intervenção do usuário. O objeto de investigação, o móvel Vertibral, projetado por Joseph Keenan, é um conjunto de quatro módulos, compostos por 12 requadros lineares de madeira articulados permitindo a interpenetração (WONG,1998) para arranjo entre os módulos. A pesquisa baseia-se na recuperação da gênese do projeto Vertibral a partir de um modelo teórico (associação entre Gramática de Formas e modulação), e seguiu as seguintes etapas: análise do vocabulário do objeto da investigação; identificação e quantificação das relações espaciais possíveis entre dois módulos com a organização de matrizes; exercício de geração de regras formais e arranjos a partir das 232 relações espaciais quantificadas, em relação ao solo quantificadas; e, por último, comparação dos arranjos gerados por participantes do experimento de usabilidade, do tipo Co-discovery (KEMP;GELDEREN, 1996 e DUMAS;REDISH,1993), com relações espaciais quantificadas. A determinação de um método baseado nas etapas deste estudo de caso pode prever a multifuncionalidade para a concepção de um objeto, como o mobiliário.
Abstract This research associates the Shape Grammar theory (STINY; GIPS, 1972) to modulation principles (Huang, 2000) as to structure a method for predicting the user’s intervention in modular furniture arrays. The research object, the furniture Vertibral, designed by Joseph Keenan, is constituted by a set of four modules, consisting of 12 wood articulated linear frameworks allowing interpenetration (WONG, 1998) for modules arrangement. The research departs from the retrieval of the Vertibral design principles and follows four steps model: a)object’s vocabulary analysis; b)identification and measurement of possible spatial relationships between two modules with matrices organization; c) generation exercise of formal rules and arrays from 232 computed spatial relations with ground plane reference; and d) comparison of produced arrays made for a usability experiment, according to Co-discovery method (KEMP; GELDEREN, 1996 and DUMAS;REDISH, 1993), with spatial relationships computed. The four stages method seems to have lead to a very high degree of success in creating reliable proxys for multi-functional furniture design.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25890
Arquivos Descrição Formato
000754918.pdf (6.791Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.