Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da colonização e resistência antimicrobiana de Enterococcus sp. isolados de "swabs" cloacais de frangos de corte

.

Avaliação da colonização e resistência antimicrobiana de Enterococcus sp. isolados de "swabs" cloacais de frangos de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da colonização e resistência antimicrobiana de Enterococcus sp. isolados de "swabs" cloacais de frangos de corte
Outro título Colonization and antimicrobial resistance evaluation of Enterococcus sp. Isolated from cloacal swabs of broiler chickens
Autor Cassenego, Ana Paula Vaz
Orientador Frazzon, Ana Paula Guedes
Co-orientador Van der Sand, Sueli Terezinha
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola e do Ambiente.
Assunto Dieta
Enterococcus
Frango
Resistência microbiana a medicamentos
Resumo Bactérias comensais do intestino de frangos tornaram-se objeto frequente de estudos, pois a alta taxa de exportação desses produtos tem aumentado a preocupação com a qualidade e a sanidade de granjas no que se refere à nutrição animal, ganho de peso e doenças infecciosas. O objetivo do presente estudo foi verificar a influência de diferentes dietas para frangos de corte na colonização, assim como no fenótipo e genótipo de resistência antimicrobiana de isolados Enterococcus sp. Amostras de “swabs” cloacais de frangos de corte foram utilizadas para isolamento de Enterococcus sp. Os frangos foram submetidos a diferentes dietas contendo promotores de crescimento, probióticos, óleos essenciais e coccidiostáticos ionóforos, e divididos em grupos conforme o tratamento empregado. Foram obtidos 240 isolados de Enterococcus sp. confirmados para gênero através da técnica de Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR), submetidos a testes bioquímicos e moleculares para identificação de espécie, determinados os perfis de susceptibilidade a diversos antimicrobianos e testados para a presença de genes de resistência tet(M), tet(L) e erm(B) por PCR. Observou-se uma alteração na composição ou no número de espécies de Enterococcus sp. de acordo com as dietas empregadas. Todas as dietas, independentes da presença ou não de coccidiostático ionóforo, apresentaram um aumento na freqüência de Enterococcus resistentes quando comparados com o grupo controle. No entanto, nos grupos que os frangos receberam coccidiostático ionóforo, a taxa de Enterococcus sp. isolados foi menor quando comparada aos isolados dos grupos que não receberam essa composição. Do total de isolados resistentes à tetraciclina, 94% e 30%, continham os genes tet(M) e tet(L), respectivamente. Dos isolados resistentes a eritromicina, 97,9% possuíam o gene de resistência erm(B). Não houve correlação das diferentes dietas para frangos de corte na colonização, fenótipo e genótipo de resistência antimicrobiana de isolados de Enterococcus sp.
Abstract Commensal bacteria from the gut of chickens have been frequently object of studies because the high rate of exportation of these products the concern with the quality and health of poultry, in relation to animal nutrition, weight gain and infectious diseases has been increasing. The principal aim of this study was to verify the influence of different diets treated to broilers, in the colonization of Enterococcus strains, and as well the phenotype and genotype of resistance strains. Samples from cloacal swabs of broiler chickens were used for the isolation of strains of Enterococcus sp. The broilers were subjected to diets with growth promoter, probiotics, essential oils and ionophore coccidiostat and divided into groups according to treatment used. Two hundred forty isolates of Enterococcus sp. were confirmed the genus using the polymerase chain reaction (PCR), subjected to biochemical and molecular species identification, antibiotic susceptibility profile and verification of antibiotic resistance genes tet(M), tet(L) e erm(B) by PCR. Accordingly to the diets employed to the chickens a changing the composition or the number of Enterococcus sp. was observed. All diets, regardless to the presence or absence of ionophore coccidiostat showed an increase in the frequency of Enterococcus resistant when compared with the control group. However, the groups that received ionophore coccidiostat, the rate of resistant Enterococcus sp. was lower than the groups that did not administered this composition. The isolates that presented resistant to tetracycline, 94% and 30%, contained the genes tet(M) and tet(L), respectively. In the isolates resistant to erythromycin, 97.9% had the gene erm(B). There was no correlation of different diets for broiler chickens on colonization, phenotype and genotype resistance in the Enterococcus sp strains.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/25895
Arquivos Descrição Formato
000755444.pdf (763.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.