Repositório Digital

A- A A+

Porto Alegre, estranhamento e imaginário em Mário Quintana

.

Porto Alegre, estranhamento e imaginário em Mário Quintana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Porto Alegre, estranhamento e imaginário em Mário Quintana
Autor Severo, Cristine Zirbes
Orientador Sanseverino, Antônio Marcos Vieira
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Português e Literatura Portuguesa: Licenciatura.
Assunto Literatura brasileira
Poesia
Quintana, Mário 1906-1994.
Resumo Na produção poética de Mario Quintana, pode-se observar uma preferência pelos temas que não remetem à realidade empírica na qual o poeta está inserido. Assim, o mundo dos sonhos, da fantasia e do imaginário são valorizados em detrimento da referência a questões do contexto social imediato. Além destes, a permanência do eu-lírico no passado e a busca deste pela memória também o afastam do real. Com isso, este trabalho tem como objetivo analisar a obra de Mario Quintana como uma tentativa de rejeição ao seu tempo, ao qual o poeta sente-se inadaptado e deslocado, pois não se reconhece mais em um mundo tecnicizado, mecanizado e com explicações científicas para todos os fenômenos. A sensação de não pertencimento gera o sentimento de estrangeiridade, tornando o poeta e a poesia seres estranhos em uma sociedade que aboliu a subjetividade e a volta à interioridade de seu dia-a-dia. A poesia adquire, assim, o papel de refúgio deste novo contexto, transportando o eu-lírico a espaços e tempos mais reconfortantes, como o mundo imaginário, a infância e o passado. A partir destas três vias, Mario Quintana nega seu presente, exilando-se em seus poemas.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/25992
Arquivos Descrição Formato
000755186.pdf (144.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.