Repositório Digital

A- A A+

Reutilização de material asfáltico fresado : avaliação da potencialidade de uitlização em aterros rodoviários

.

Reutilização de material asfáltico fresado : avaliação da potencialidade de uitlização em aterros rodoviários

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reutilização de material asfáltico fresado : avaliação da potencialidade de uitlização em aterros rodoviários
Autor Pinto, Cléber da Silva
Orientador Nunez, Washington Peres
Co-orientador Rohde, Luciana
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho pretende avaliar a potencialidade de utilização do material asfáltico fresado como material para aterro rodoviário. O material fresado utilizado nessa pesquisa é proveniente dos serviços de restauração da BR-290, duas amostra de material foram coletas. O estudo se baseou principalmente na amostra 2, de 200 Kg. A amostra 1, de 40 Kg, serviu para que fosse comparada a granulometria de dois materiais asfálticos provenientes de locais distintos. Sendo assim, a amostra 1 foi submetida a análise granulométrica, a extração de ligante para determinação do teor de ligante e a análise granulometria do agregado, sem ligante asfáltico. A amostra 2 passou pelos mesmos procedimentos laboratoriais que a amostra 1. Além disso, na amostra 2 realizou-se: o ensaio de compactação, o ensaio para determinação do ISC e o ensaio triaxial para determinação do módulo de resiliência. A avaliação do fresado asfáltico foi realizada por comparação com a areia que está sendo utilizada na camada de reforço de subleito – nos serviços de ampliação – da BR-290. A areia que é explorada na jazida Gomes, no município de Osório/RS, foi avaliada através do ensaio de compactação e do ensaio triaxial para determinação do módulo de resiliência. Além disso, foram efetuadas análises mecanísticas por meio do software Everstress 5.0. Para isso, foram consideradas duas estruturas: a estrutura original que é àquela executada na obra de ampliação da BR-290 e a estrutura alternativa que difere da estrutura anterior apenas no material utilizado na camada de reforço de subleito (areia para a estrutura original e material fresado para a estrutura alternativa). As conclusões dessa pesquisa indicam que o material asfáltico fresado pode ser utilizado como material para a camada de reforço de subleito. As análises mecanísticas e os ensaios triaxiais para determinação do módulo de resiliência mostraram que o comportamento do material fresado é similar ao comportamento da areia se utilizados na camada de reforço de subleito.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/26025
Arquivos Descrição Formato
000754983.pdf (2.130Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.