Repositório Digital

A- A A+

Desempenho estrutural do sistema de paredes em concreto armado : análise comparativa com o sistema aporticado convencional

.

Desempenho estrutural do sistema de paredes em concreto armado : análise comparativa com o sistema aporticado convencional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desempenho estrutural do sistema de paredes em concreto armado : análise comparativa com o sistema aporticado convencional
Autor Ribeiro, Marcelle Dorneles
Orientador Rios, Roberto Domingo
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Obedecendo a dimensões estabelecidas pela norma NBR 6118/07, as paredes em concreto armado devem suportar os carregamentos horizontais e verticais que nelas atuam. Tais elementos estruturais possuem peculiaridades quanto à distribuição dos carregamentos, pois a mesma acontece a 45° com a vertical no seu interior, mesmo tratando-se de cargas concentradas. Com isso, as distribuições de tensões e deformações são diferentes que as obtidas em pórticos. Deste modo, este trabalho analisa comparativamente tais características em dois projetos, um contendo paredes internas em concreto armado (SPCA) e outro constituído por pilares e vigas, formando uma estrutura aporticada (SAC). Tais projetos são pré-dimensionados a partir do projeto arquitetônico, com valores plausíveis quanto à dimensão de seus elementos. Após serem modelados em programas computacionais, verificando que todos os elementos estão dimensionados de forma a suportar o carregamento que neles são aplicados, obtêm-se dados de esforços e de deslocamento horizontal de pontos em comum entre ambos os projetos a fim de comparar a eficiência de um sistema ou outro usando tais parâmetros. Como esperado, para as cargas provenientes da ação do vento, o projeto com o SPCA apresentou menores deslocamentos horizontais no topo dos pilares. Com o cálculo do parâmetro , que avalia a deslocabilidade da estrutura, conclui-se que, mesmo as duas soluções gerando modelos considerados indeslocáveis, a solução contendo paredes estruturais apresenta menor flexibilidade que a solução com estrutura aporticada convencional.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/26058
Arquivos Descrição Formato
000755700.pdf (885.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.