Repositório Digital

A- A A+

O jeito xavante de torcer : formação de memórias em uma torcida de futebol

.

O jeito xavante de torcer : formação de memórias em uma torcida de futebol

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O jeito xavante de torcer : formação de memórias em uma torcida de futebol
Autor Jahnecka, Luciano
Orientador Silva, Meri Rosane Santos da
Co-orientador Rigo, Luiz Carlos
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde.
Assunto Antropologia cultural
Futebol
Memória
Memória coletiva
[en] Ethnography
[en] Fans
[en] Memory
[en] Observatory participation
[en] Soccer
[en] Xavante
Resumo Em uma investigação das práticas torcedoras presentes em um estádio de futebol, esta pesquisa aborda a formação de memórias como elemento produtor de sujeitos. Estes torcedores mantêm vínculos muito particulares com o futebol e com uma instituição inserida no modelo de futebol de espetáculo, considerando-se a relação torcedor-torcedor e torcedor-clube. Com especial atenção aos rituais que acontecem antes, durante e depois dos jogos, o estudo traz a tona quais os dispositivos de memória são construídos a partir desses rituais. Com o auxílio da participação observante, é identificado como os torcedores do Grêmio Esportivo Brasil se relacionam e se manifestam no estádio do clube. Diante das singularidades da memória coletiva produzidas pelos torcedores – como em um jogo no ano 1946 – foram se construindo elementos que passaram a nomear a torcida através da figura do “índio xavante”. A violência e fidelidade que estão contidas nesse símbolo são produções que rondam os torcedores xavantes e com o tempo se alteram e são acessados por meio das práticas dos torcedores. Partindo da memória como elemento norteador do processo investigativo e analítico, o investimento nesta pesquisa se faz por meio de práticas sociais que toma o estádio de futebol e as práticas educativas relacionadas ao torcer como elemento de análise, tendo como foco as interações entre o fazer ciência e a produção dos sujeitos. Além disso, visa compreender como os discursos e as práticas atuam na produção de "verdades" e dos sujeitos – no caso desta pesquisa, os torcedores xavantes –, engendrados através das práticas da memória. Enfrentada pelo único limite que é a morte dos indivíduos, a memória social dos torcedores xavantes ocupa um espaço privilegiado para se pensar suas práticas torcedoras atuais. Após a criação de vínculos com o clube, realizadas por práticas cotidianas que se defrontam os sujeitos no estádio, o pertencimento clubístico parece demarcar fortemente o que se esquece e o que não se quer esquecer. Através da ligação entre torcedores e clube, encontrada em uma rede sociabilidade que é constituída dentro do Grêmio Esportivo Brasil, os torcedores se reconhecem como sujeitos torcedores deste clube.
Abstract In an investigation of fans practices in a football stadium, this research approaches the formation of memories as a subject’s producer. These fans are closed and keep special link with football and an institution in the soccer spectacle model, considering the relationship between fan-fan and fan-club. With special attention to the rituals that occur before, during and after the games, the study brings out which mechanisms of the memory are constructed from these rituals. With the help of observatory participation, is identified how the fans of Grêmio Esportivo Brasil are related and manifests themselves in the football stadium. The collective memory peculiarities produced by the fans - as in a game in 1946 - were built elements that configure the Xavante Indians simbols. Violence and loyalty that are contained in this symbol Xavante are fans productions which changes by time and are accessed through the practices of the fans. Starting from the memory as a guiding element of investigative and analytical process, the investment in this research is done through social practices that take the football stadium and educational practices related to support as analysis element, focusing on the interaction between doing science and production of subjects. Moreover, it aims to understand how discourses and practices operate in the production of “truths” and subjects – in the case of this research, xavante’s fan – engendered through memory’s practices. Faced by the only limit that is the death of individuals, the social memory of Xavante’s fans occupies a privileged space to think about their current fans practices. After the establishment of links with the club, made by everyday practices faced by subjects in the stadium, belonging to a club seems to strongly demarcate what is forgotten and what you do not want to forget. Through the connection between fans and club, found in a sociability’s network that is formed within Grêmio Esportivo Brasil, the fans recognizes themselves as subjects fans of this club.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26060
Arquivos Descrição Formato
000756094.pdf (3.275Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.