Repositório Digital

A- A A+

Efeitos do temperamento sobre o comportamento materno de ovelhas e o desenvolvimento corporal de seus cordeiros

.

Efeitos do temperamento sobre o comportamento materno de ovelhas e o desenvolvimento corporal de seus cordeiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeitos do temperamento sobre o comportamento materno de ovelhas e o desenvolvimento corporal de seus cordeiros
Outro título Effects of the temperament under ewe maternal behavior and in the body growth of their lambs
Autor Aita, Marta Farias
Orientador Fischer, Vivian
Co-orientador Poli, Cesar Henrique Espirito Candal
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Comportamento animal
Cordeiro
Ovelha
Produca animal
Resumo Este trabalho teve como objetivo descrever o comportamento materno das ovelhas e relacionar com o temperamento no parto, após o parto (até 24 horas) e no desmame. As avaliações de comportamento foram medidas em três propriedades, nos municípios de Pedro Osório, Dom Pedrito e Bagé-RS. Foram realizados três experimentos sendo o primeiro de junho de 2008 a janeiro de 2009, o segundo de agosto de 2008 a fevereiro de 2009 e o terceiro em setembro de 2006 e 2007. Foram utilizadas 105 ovelhas Corriedale, 47 ovelhas Ideal, e 17 ovelhas (14 ovelhas Corriedale e três ovelhas Ideal) para os três experimentos, respectivamente. Nos dois primeiros experimentos foram avaliados o escore de comportamento materno (ECM), pelo método adaptado de O’Connor et al. (1985), peso corporal do cordeiro e a presença de vocalizações do cordeiro e da ovelha no momento da identificação do cordeiro. A reatividade dos animais foi avaliada no isolamento e na presença do observador através do teste de Arena, parâmetros fisiológicos (freqüência cardio-respiratória e temperatura corporal) e distância de fuga no desmame. O ECM das ovelhas Ideal mais velhas e que pariram um cordeiro foi maior em relação às ovelhas mais novas e com parto gemelar e as ovelhas com ECM ruim apresentaram temperatura corporal mais elevada, menor número de vocalizações e dejeções na presença do observador e maior distância de fuga. Ovelhas Corriedale mais velhas tiveram melhor ECM, e as ovelhas com ECM bom vocalizaram mais comparado aquelas com ECM ruim na identificação do cordeiro, obtiveram cordeiros mais pesados ao nascimento, aleitaram menos dias e vocalizaram mais na presença do observador. No terceiro experimento, o ECM não foi influenciado pela idade, tipo de parto, isolamento da ovelha, ato da ovelha lamber e cheirar o cordeiro, vocalizar, facilitar a mamada ao parto, tempo do cordeiro levantar e mamar, peso ao nascimento e ao desmame e ganho de peso do cordeiro. Ovelhas classificadas com o baixo escore corporal apresentaram melhor escore de comportamento materno e as ovelhas Corriedale tiveram melhor ECM do que ovelhas da raça Ideal. O ECM pode ser influenciado pela raça, idade, tipo de parto, distância de fuga, temperatura corporal, tempo de aleitamento, dejeções e vocalizações.
Abstract This experiment aimed to describe the expression of the maternal behavior of the ewes and to relate with the temperament measured in the birth, after birth (until 24 hours) and weaning period. The behavior assessment were carried out in three properties, located in the cities of Pedro Osório, Dom Pedrito and Bagé-RS. Three experiments were realized, the first one from June 2009 to January 2009, the second one from August 2008 to February 2009, the third one in 2006 and in 2007. It was used one hundred and five Corriedale ewes, forty and seven Ideal ewes, of witch were recorded the behavior at the lambing of the seventeen ewes, of the three farms (thirteen Corriedale ewes and two Pollwarth ewes). In the two first experiments were registered the maternal behavior score (MBS), using the method adapted from O’Connor et al. (1985) body weight lamb and vocalizations lambs and ewes at moment of the identification the lambs. The animal reactivity was registered in the isolation and in the humane presence through arena test (number of square walked, vocalizations, mictions, defecation and latence), physiological parameters (cardio-respiratory frequency and body temperature) and flight distance at weaning. The oldest Ideal ewes and single lambs demonstrated larger MBS values than the youngest sheep or those raising twins and bad MBS ewes showed higher body temperature, smaller number of vocalizations and dejections at the humane presence and larger flight distance. Higher proportion of oldest ewes, compared to youngest ones, obtained better MBS. Ewes showing good MBS vocalized more frequently at the identification of their lambs than those presenting bad, obtained heavier lambs at birth with high and good weight scores; nursed their lambs for a shorter period and of their lambs vocalized more at the observer presence. In the third experiment, the MBS not showed difference among age, parity, isolament of the ewe, licking and smelling the lamb, vocalization and easy sucking at lambing. Like, time lambs spent to stand and to suckle, weight lamb at lambing and weaning, and gain weight lamb. Ewes registered with worst body score showed larger MBS and larger proportion of Corriedale ewes showed good MBS compared to Pollwarth ewes. The MBS was influenced by breed, age, parity, flight distance, body temperature, milking period, dejection and vocalizations.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/26096
Arquivos Descrição Formato
000756964.pdf (2.021Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.