Repositório Digital

A- A A+

Conodont biostratigraphy of the Lower Itaituba formation (Atokan, Penssylvanian), Amazonas Basin, Brazil

.

Conodont biostratigraphy of the Lower Itaituba formation (Atokan, Penssylvanian), Amazonas Basin, Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conodont biostratigraphy of the Lower Itaituba formation (Atokan, Penssylvanian), Amazonas Basin, Brazil
Autor Nascimento, Sara
Scomazzon, Ana Karina
Moutinho, Luciane Profs
Lemos, Valesca Brasil
Matsuda, Nilo S.
Resumo Este estudo tem por objetivo analisar a fauna de conodontes na região sul da Bacia do Amazonas, compreendendo a porção mais inferior da Formação Itaituba e, através desses organismos, refinar a idade sugerida para este intervalo, discutindo o limite Morrowano-Atokano nesta região. A área de estudo é representada por duas pedreiras de calcário, denominadas informalmente como 1 e 2, exploradas pela indústria de cimento CAIMA. Dentre os conodontes encontrados estão: Idiognathodus incurvus, Idiognathoides sinuatus, Neognathodus roundyi, N. atokaensis, N. medadultimus, N. bassleri, Diplognathodus coloradoensis, Adetognathus lautus, Hindeodus minutus e Idioprioniodus sp. Foi aqui informalmente proposta uma zona de ocorrência de Idiognathoides sinuatus e uma subzona de ocorrência de Neognathodus roundyi Os conodontes ocorrem predominantemente nos packstones e secundariamente nos wackestones e mudstones. A Formação Itaituba é o intervalo mais abundante em fósseis do Pensilvaniano da Bacia do Amazonas, com espessos pacotes de carbonatos marinhos ricos em organismos de fauna marinha normal, sendo composta por braquiópodes, gastrópodes, crinóides, briozoários, foraminíferos, ostracodes, trilobitas, escolecodontes, dentes de peixes e fragmentos orgânicos. O intervalo estudado é caracterizado por níveis de moderada a alta bioturbação. As bioturbações são freqüentes nos packstones e wackestones. O traço fóssil predominante foi classificado como icnogênero Thalassinoides, ocorrendo principalmente nos packstones e wackstones e Zoophycos, ocorrendo secundariamente em mudstones e packstones. Os conodontes estudados, principalmente Neognathodus atokaensis e Idiognathodus incurvus, sugerem uma idade Atokana para o intervalo analisado. Além disso, a fauna associada, bioturbação e caracteres litológicos descritos, atestam um ambiente de água rasa, proximal, com mudstones de energia baixa, wackestones e packstones de energia moderada e grainstones de energia relativamente alta.
Abstract This study reports on the conodonts from an outcrop region in the south Amazonas Basin that comprises the lower part of the Itaituba Formation. The studied area consists of two limestone quarries, informally named 1 and 2, owned by CAIMA, a cement industry. The conodont association includes Pa elements of Idiognathodus incurvus, Idiognathoides sinuatus, Neognathodus roundyi, N. medadultimus, N. bassleri, N. atokaensis, Adetognathus lautus, Hindeodus minutus, Diplognathodus coloradoensis, and Idioprioniodus sp. It is herein proposed one informal taxon-range zone and one subzone, respectively: Idiognathoides sinuatus zone and Neognathodus roundyi subzone. The conodonts occur mainly in the packstones, and subordinately in the wackestones and mudstones. The Itaituba Formation is the richest interval containing normal marine organisms in the Pennsylvanian of Amazonas Basin. The associated fauna includes brachiopods, crinoids, echinoids, bryozoans, gastropods, foraminifers, sponges, ostracodes, trilobites, scolecodonts, bivalves and fish teeth and scales. The studied interval is characterized by moderate to high levels of bioturbation. Burrows are common in the packstones and wackestones. The predominant trace fossil observed was classified as Thalassinoides, occurring mainly in the packstones and wackstones. Zoophycos occurs less commonly, in the mudstones and packstones. Because of the presence at the conodonts Neognathodus atokaensis and Idiognathodus incurvus, it is possible to suggest an Atokan age for the analyzed interval. The associated fauna, bioturbation, and lithology suggests shallow, nearshore waters, with mudstones of low-energy, wackestones and packstones of moderate-energy, and grainstones of relatively high-energy marine conditions.
Contido em Revista brasileira de paleontologia. Vol. 8, n. 3 (2005), p. 193-202
Assunto Amazonas, Rio, Bacia
Conodontes
[en] Amazonas Basin
[en] Atokan
[en] Biostratigraphy
[en] Conodonts
[en] Morrowan
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/26203
Arquivos Descrição Formato
000568234.pdf (2.041Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.