Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento regional sustentável : perspectivas na cultura da maçã

.

Desenvolvimento regional sustentável : perspectivas na cultura da maçã

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento regional sustentável : perspectivas na cultura da maçã
Autor Hannemann, Marcelo
Orientador Motta, Paulo Cesar Delayti
Data 2009
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão de Negócios Financeiros a Distância - Turma 2008.
Assunto Cultivo da maçã
Sustentabilidade
Resumo O presente trabalho oferece uma perspectiva do cultivo de maçã que é desenvolvida no município de Monte Castelo, localizado no norte catarinense. A atividade conta com o apoio da estratégia de Desenvolvimento Regional Sustentável que no âmbito do Banco do Brasil S.A., é chamado de DRS, e está sendo estudado e desenvolvido em suas agências e que busca a melhoria da qualidade de vida dos agricultores, e neste caso, através do incentivo da cultura da Maçã. A sustentabilidade ganha importância diária no mundo corporativo, pois suas atividades podem provocar a degradação do meio-ambiente através do desenvolvimento de seus produtos, tem influência no comportamento de consumo e da vida de seus colaboradores e consumidores. O tema responsabilidade sócio-ambiental é recorrente nas empresas e instituições, sendo uma preocupação calcada na desigualdade social e problemas ambientais. Existem diversos estudos sobre o conceito de desenvolvimento sustentável nas organizações e localidades, referindo às cadeias produtivas e seus desdobramentos. Consumidores, ONGs, organismos internacionais e governos tendem a impor restrições para aquisição de produtos de empresas e países que não respeitem algumas regras. Há também a desarticulação da produção, perdendo espaço para mercados mais dinâmicos. Há uma busca constante de alternativas que permitam a sustentabilidade das atividades empresarias, para que tenham espaço no mercado por mais tempo. Buscamos na literatura informações a respeito de cadeias produtivas, formas de manutenção dos diferenciais competitivos, relacionados ao mercado oligopolizado da maçã, com forte integração vertical. Aos pequenos agricultores existem alternativas, de atuar isoladamente e arcar com todos os custos de produção, classificação e venda, cooperar ou vender sua produção para grandes empresas, por não ter meios de classificar e armazenar seu produto, sem poder então negociar preços. Apresentamos um perfil da Pomicultura empresarial e as perspectivas de pequenos agricultores e o apoio realizado pelo Banco do Brasil.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/26242
Arquivos Descrição Formato
000745510.pdf (88.03Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.