Repositório Digital

A- A A+

Mitigadores e balizadores da responsabilidade civil dos bancos pelo dano ambiental na condição de financiadores de atividades potencialmente poluidoras

.

Mitigadores e balizadores da responsabilidade civil dos bancos pelo dano ambiental na condição de financiadores de atividades potencialmente poluidoras

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mitigadores e balizadores da responsabilidade civil dos bancos pelo dano ambiental na condição de financiadores de atividades potencialmente poluidoras
Autor Blanco, Carla Richetti
Orientador Nascimento, Luis Felipe Machado do
Data 2007
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão de Negócios Financeiros a Distância.
Assunto Agentes poluidores
Dano ambiental
Gestão ambiental
Responsabilidade civil
Resumo O presente trabalho apresenta algumas questões para reflexão acerca da responsabilidade civil dos bancos pelo dano ambiental, na condição de financiadores de atividades potencialmente poluidoras. Essa responsabilidade, além de ser solidária, também é objetiva, isto é, ocorre independentemente da existência de culpa, tendo sido estabelecida pelo artigo 14, § 1º da Lei 6.938/81 e recepcionada pela Constituição Federal no artigo 225, §3º. Diante do atual paradigma em relação à matéria ambiental, no qual os bancos são co-responsáveis pelo dano ambiental causado, juntamente com os seus clientes - tomadores do crédito que se inclui em sua atividade-fim -, é necessário buscar parâmetros para estabelecer o grau de responsabilidade civil de cada agente. Essa responsabilidade pode ser mitigada em razão de algumas circunstâncias, tais como a pré-existência de degradação ambiental, o risco inerente à ciência, a verificação, por parte do financiador, de que as exigências legais foram cumpridas, dentre outras hipóteses, que servem de balizas para o estabelecimento da parcela de responsabilidade de cada agente. Há, outrossim, formas de, alternativamente, diminuir o passivo ambiental dos bancos, por meio da adoção de condutas social e ambientalmente corretas, objetivando-se a implementação de ações que visam ao desenvolvimento sustentável, de maneira a beneficiar todos.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/26272
Arquivos Descrição Formato
000743531.pdf (423.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.