Repositório Digital

A- A A+

Memória e saber nos procedimentos legais gregos : uma pesquisa sobre a memória e a oralidade em inscrições legais do primeiro quarto do século V a.C

.

Memória e saber nos procedimentos legais gregos : uma pesquisa sobre a memória e a oralidade em inscrições legais do primeiro quarto do século V a.C

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Memória e saber nos procedimentos legais gregos : uma pesquisa sobre a memória e a oralidade em inscrições legais do primeiro quarto do século V a.C
Autor Dajello, Luís Fernando Telles
Orientador Vargas, Anderson Zalewski
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Cultura escrita
Cultura grega
Helenismo
História antiga
História oral
Historiografia
Leis
Memória cultural
Memória social
Oralidade
Tradição oral
[en] Greek laws
[en] Memory
[en] Orality
[en] Oral tradition
Resumo Nesta dissertação, estudo questões relacionadas a oralidade, cultura escrita e suas inter-relações. Através de um estudo semântico e histórico de termos e funções sociais, foco minha pesquisa no conceito de memória. Faço-o trabalhando com fontes epigráficas, constituídas em inscrições em pedra e bronze, datadas do primeiro quarto do século V a.C. A performance legal que transparece nas leis presentes nessas inscrições é o instrumento mais favorável para se perceber as relações entre oralidade e escrita no período, e mais ainda para entender os papéis da memória como constituinte da Tradição Oral entre os helenos. O cargo, a figura, o personagem que permeia todas as inscrições que analisei é o de mnemon, literalmente lembrador. Através de suas funções e relações com outros magistrados e formas de atuação, desdobro minha pesquisa, dedicando-me à análise das influências e funções da memória em uma sociedade que principiava a transição de uma cultura marcada pela oralidade para outra que passava, gradativamente, a se escorar sobre a escrita e o letramento.
Abstract In my research I study issues relating to orality, literacy and their interrelationships. Through a semantic and historical study of concepts and social functions I focus my research on the concepts of memory. I do it working with epigraphic sources, bronze and stone inscriptions dating from the first quarter of the fifth century BC. The legal performance that transpires in the present laws, in these inscriptions, are the most conducive instrument to understanding the relationship between orality and literacy in the period, and even more to understand the roles of memory, a constituent of the Oral Tradition among the Hellenes. The job, the figure, the character, which pervades all the entries I examined, is the mnemon, literally Remembrancer. Through their roles and connections with judges and other forms of performance, my research unfolds. I devoted myself to the analysis of the influences and functions of memory in a society that was beginning a transition from a culture marked by orality, to another, gradually supported by writing and literacy.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26326
Arquivos Descrição Formato
000756989.pdf (2.096Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.