Repositório Digital

A- A A+

Gramáticas de formas como modelo computacional teórico : o poder computacional de gramáticas de formas comparado a outros modelos computacionais teóricos, como máquina de Turing e gramática generativa de Chomsky

.

Gramáticas de formas como modelo computacional teórico : o poder computacional de gramáticas de formas comparado a outros modelos computacionais teóricos, como máquina de Turing e gramática generativa de Chomsky

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gramáticas de formas como modelo computacional teórico : o poder computacional de gramáticas de formas comparado a outros modelos computacionais teóricos, como máquina de Turing e gramática generativa de Chomsky
Autor Pinto, Fabiano da Silveira
Orientador Lamb, Luis da Cunha
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Curso de Ciência da Computação: Ênfase em Ciência da Computação: Bacharelado.
Assunto Gramatica : Grafos
Linguagens formais
[en] Category theory
[en] Chomsky
[en] Computability
[en] Computational model
[en] Design language
[en] Generative grammar
[en] Generative model
[en] Shape emergence
[en] Shape grammar
[en] Turing machine
Resumo Gramáticas de formas têm sido as principais ferramentas para o estudo envolvendo linguagens de design, permitindo os processos de análise e de síntese sobre elementos de desenho, servindo em última instância para a concepção e manipulação de estilos estéticos específicos. Comparado a outros modelos generativos, especialmente os simbólicos como a gramática generativa de Chomsky, e considerando as equivalências com outros modelos computacionais teóricos como a máquina de Turing, surge um significante diferencial, a emergência de formas, não havendo similar imediato entre sistemas de derivação sobre símbolos. As características únicas das gramáticas de formas apresentam qualidades especiais para a manipulação de elementos estéticos, especialmente para o desenvolvimento e a exploração de linguagens de design. Este estudo apresenta tais características, buscando desenvolver processos de máxima eficiência para o desenvolvimento e exploração de processos generativos sobre elementos estéticos.
Abstract Shape grammars have been the main tools for the study of design languages, allowing the processes of analysis and synthesis of design elements, serving ultimately to the development and handling of specific aesthetic styles. Compared to other generative models, especially the symbolic ones as Chomsky’s generative grammar, and considering the equivalence with other theoretical computational models such as the Turing machine, there is a significant difference, the shape emergence, which has no direct correspondence on symbolic derivational systems. The unique aspects of shape grammars show special qualities for aesthetic elements handling, especially for the development and exploitation of design languages. This study presents such characteristics, aiming to develop processes for efficient exploration of aesthetic elements and languages.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/26341
Arquivos Descrição Formato
000757792.pdf (1.174Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.