Repositório Digital

A- A A+

A utilização racional do papel e a responsabilidade sócioambiental na visão dos gerentes do Banco do Brasil - Agência Torres, RS

.

A utilização racional do papel e a responsabilidade sócioambiental na visão dos gerentes do Banco do Brasil - Agência Torres, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A utilização racional do papel e a responsabilidade sócioambiental na visão dos gerentes do Banco do Brasil - Agência Torres, RS
Autor Deloss, Cleide
Orientador Motta, Paulo Cesar Delayti
Data 2009
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão de Negócios Financeiros a Distância - 2008.
Assunto Banco do Brasil.
Responsabilidade socioambiental
Resumo O comprometimento com a responsabilidade socioambiental (RSA), atualmente, faz parte da realidade da maioria das empresas inseridas no mercado globalizado. Respeitar as normas internacionais para o desenvolvimento sustentável tornou-se um requisito básico para que uma organização seja aceita no mercado internacional. Aliado a isso, a preocupação com a preservação ambiental também é parte das ações de governos e organismos internacionais, e cada vez mais é difundida a idéia que todos nós somos responsáveis pelo planeta que deixaremos para as gerações futuras. Nessa prática de RSA surgiu o conceito de ecoeficiência, que representa o uso racional dos recursos naturais nos processos produtivos, utilizando-se menos recursos com maiores resultados, dentre eles a economia de papel. De acordo com essa realidade, buscamos identificar a utilização racional do papel na agência de Torres do Banco do Brasil. De acordo com os dados divulgados pelo BB, a empresa busca atingir a excelência em termos de RSA e possui programas específicos de ecoeficiência, o que nos leva a investigar se os gerentes possuem conhecimento de tais políticas e se as aplicam em suas atividades diárias. Para tal foi empregada uma entrevista semi-estruturada com 6 (seis) gerentes da agência de Torres. Os resultados demonstraram que os mesmos conhecem as políticas do BB em relação a RSA, mas nem sempre aplicam as orientações de ecoeficiência e economia de papel em suas atividades e na condução dos demais funcionários. As sugestões apontam para a necessidade de se intensificar a divulgação e sensibilização a estas políticas.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/26390
Arquivos Descrição Formato
000743711.pdf (529.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.