Repositório Digital

A- A A+

Nos meandros da memória, subjetividade e “confissão” em Angústia, de Graciliano Ramos

.

Nos meandros da memória, subjetividade e “confissão” em Angústia, de Graciliano Ramos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Nos meandros da memória, subjetividade e “confissão” em Angústia, de Graciliano Ramos
Autor Pinto, Ubiratan Machado
Orientador Martins, Cláudia Mentz
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Português e Alemão: Licenciatura.
Assunto Critica e interpretacao
Literatura brasileira
Ramos, Graciliano 1892-1953.
[en] Angústia
[en] Introspection
[en] Reminiscence
[en] Stream of consciousness
Resumo Este estudo literário propõe-se sondar a narrativa determinada pelo fluxo de consciência, mais especificamente o romance Angústia (1936), de Graciliano Ramos. A análise visa perscrutar a interioridade psíquica do narrador-personagem nessa prosa brasileira. O protagonista chama-se Luís da Silva, sujeito que procura a evasão da vida social por intermédio da escrita, revelando-se introspectivo pelo seu desajuste em relação ao meio externo. Também marcada pelo uso do tempo psicológico, tal narrativa tem o objetivo de tornar os pensamentos desse narrador inteligíveis através da linguagem. Por isso, esse trabalho observa o discurso produzido em primeira pessoa do singular, no fluir da memória do sujeito restrito a um exíguo espaço. Assim, percebe-se que as reminiscências de Luís da Silva são repletas de imagens e fatos misturados em sua mente, revolvidos na justaposição temporal entre passado e presente, desordenados no decorrer do texto ficcional. A finalidade dessa proposta, então, é fornecer respaldo teórico sobre o romance de introspecção, na qual o esforço do personagem para entender seus questionamentos íntimos destaca-se no percurso da narrativa.
Abstract This study investigates the narrative elaborated through the stream of consciousness in the novel Angústia (1936), by Graciliano Ramos. The analysis aims at examining the psychological reality of the narrator-character in this Brazilian fiction work. The protagonist is called Luís da Silva, who seeks evasion from social life through his writing, and reveals his introspective side through his inability to adapt to the external environment. Also marked by the use of psychological time, the narrative is aimed at rendering the narrator‟s thoughts intelligible. Therefore, this work observes the discourse produced in first person singular in the memory flow by an individual enclosed in a limited space. Thus, it is observed that the character's reminiscences are filled with pictures and facts mixed in his mind, scrambled in temporal juxtaposition of past and present, disordered by the fictional text. The purpose of this study, then, is to provide a theoretical basis to understand the introspective novel, in which the effort of the character in understanding his or her intimate questionings is highlighted in the course of the narrative.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/26402
Arquivos Descrição Formato
000758287.pdf (387.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.