Repositório Digital

A- A A+

Alianças estratégicas de bancos com seguradoras no Brasil : análise de cinco casos

.

Alianças estratégicas de bancos com seguradoras no Brasil : análise de cinco casos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alianças estratégicas de bancos com seguradoras no Brasil : análise de cinco casos
Autor Pagnussatt, Vinícius
Orientador Zawislak, Paulo Antonio
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Aliança estratégica
Bancos
Seguradora
[en] Bancassurance
[en] Banks
[en] Insurers
[en] Strategic alliances
Resumo O avanço da consolidação nos setores bancário e segurador brasileiro, o acirramento da concorrência com a disputa pela liderança, as mudanças regulatórias e a crescente participação dos seguros no resultado dos conglomerados bancários têm estimulado a revisão das estratégias de atuação pelos bancos. Dentro desta perspectiva, as alianças estratégicas com seguradoras surgem como um importante meio para alcançar vantagem competitiva. O presente trabalho tem como objetivo descrever e analisar as características das alianças estratégicas entre empresas dos setores bancário e segurador no Brasil. Neste contexto, foram mapeados os tipos de alianças e as principais movimentações ocorridas após o Plano Real, em 1994. Para identificar os objetivos e fatores motivadores das diferentes alternativas de alianças, os critérios utilizados para seleção dos parceiros e as principais características destas operações foram realizados estudos de casos em cinco instituições. O método de estudo de casos foi escolhido por mais se adequar ao tipo de questões formuladas, “como” e “por que”. Complementarmente, foram utilizadas fontes secundárias de dados, visando dar maior consistência aos resultados obtidos nos estudos de casos. Os resultados evidenciam o domínio do mercado segurador brasileiro pelas seguradoras controladas por conglomerados bancários, especialmente nos segmentos com maior afinidade com os produtos e serviços bancários: previdência, capitalização e seguro de pessoas. Os resultados também sugerem fatores que influenciam as alternativas de atuação pelos bancos através de: seguradoras próprias, participações acionárias, joint ventures, acordos de cooperação exclusivos ou acordos com diversas seguradoras. As alianças estratégicas com seguradoras são uma alternativa especialmente relevante para os bancos que não dispõem de recursos, tecnologia ou a escala necessária para atuar, de maneira competitiva, com seguradoras próprias.
Abstract The progress of consolidation in the banking and insurance in Brazil, the increase in competition with the leadership contest, the regulatory changes and the increasing participation of insurance in the outcome of banking conglomerates have encouraged the review of strategies by banks. Within this perspective, strategic alliances with insurers emerge as an important means to achieve competitive advantage. This paper aims to describe and analyze the characteristics of strategic alliances between banks and insurers in Brazil. Thus, were mapped the types of alliances and major movements occurred after the Real Plan, in 1994. To identify the goals and motivating factors of the alternative alliances, the criteria used for selection of partners and the main characteristics of these operations were carried out case studies at five institutions. The case study method was chosen because it most fit the type of questions, "how" and "why". In addition, were used secondary data sources in order to give greater consistency to the results obtained in the case studies. The results show the dominance of the Brazilian insurance market by insurance companies controlled by banking conglomerates, especially in segments with higher affinity for the financial services: retirement savings, “capitalization” (combines lottery-based drawings with an incentive savings product) and life insurance. The results also suggest factors that influence the choices of action by the banks through: own insurance companies, equity investments, joint ventures, exclusive cooperation agreements or agreements with several insurers. Strategic alliances with insurance companies are an alternative especially relevant for banks that lack the resources, technology or scale needed to operate in a competitive manner, with insurers themselves.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26498
Arquivos Descrição Formato
000759470.pdf (1.091Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.