Repositório Digital

A- A A+

Uso de drogas entre meninos e meninas em situação de rua : subsídios para uma intervenção comunitária

.

Uso de drogas entre meninos e meninas em situação de rua : subsídios para uma intervenção comunitária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de drogas entre meninos e meninas em situação de rua : subsídios para uma intervenção comunitária
Autor Brito, Raquel Cardoso
Orientador Koller, Silvia Helena
Data 1999
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento.
Assunto Meninos de rua
Populacoes de risco
Uso de drogas
Resumo Esse estudo teve quatro objetivos: (a) descrever as instituições de assistência a meninos e meninas em situação de rua, em Porto Alegre (Estudo 1), (b) caracterizar o uso de drogas nessa população (Estudo 2), (c) descrever sua visão sobre serviços de intervenção e prevenção ao uso de drogas direcionados à população de rua (Estudo 3), (d) e avaliar sua rede de apoio social (Estudo 4). Participaram 55 adultos, membros das instituições, e 83 meninos e meninas que vivem em situação de rua, com idade entre 10 e 18 anos. Os resultados foram obtidos através de questionários, entrevista semiestruturada e do Diagrama da Escolta de Apoio Social. Os dados mostraram que todas as instituições têm educadores em sua equipe e o objetivo de resgatar a cidadania. As drogas que já foram usadas pelo menos uma vez na vida, por meninos e meninas em situação de rua, são: tabaco (74,7%), loló (69,9%), álcool (55,4%) e maconha (53%), entre outras. A visão dos participantes sobre serviços de atenção às drogas está influenciada pelo modelo médico. A construção da Escolta de Apoio Social, no ambiente da rua, não parece ter sido influenciada pelo sexo ou pelo uso de drogas. Os dados mostraram que existe a necessidade de valorizar a rua como ambiente de desenvolvimento e espaço de aprendizagens. Os resultados podem subsidiar a implementação e qualificação de trabalhos comunitários, visando a promoção da resiliência em crianças e adolescentes em situação de rua.
Abstract This study had four objectives: (a) to describe the characteristics and actions of the social institutions that care for street children and adolescents in Porto Alegre, Brazil (Study 1); (b) to characterize the use of drugs by this population (Study 2); (c) to describe the children’s and adolescents’ ideal for a service of prevention and intervention in drug abuse (Study 3) and (d) to evaluate their Networks of Social Support (Study 4). The participants were 55 adults who worked in the institutions and 83 street boys and girls in street, 10 to 18 years old. The data were collected with questionnaires, a semi-structure interview and Social Convoy Mapping Procedure. The results showed that all institutions employed educators and they all aimed to promote empowerment. Data also showed that the drugs used more often at least once were tobacco (74%), "loló" (69,9%), alcohol (55,4%) and marijuana (53%). The participants view about support services related to substance abuse are influenced by the medical model. The development of Networks of Social Support does not seem to be influenced by gender or drug use. The data showed the need to value the street as a developmental environment and as a space of experience and knowledge. The data are useful to implement and to qualify community work, looking for the promotion of resilience in children and adolescents.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26508
Arquivos Descrição Formato
000241287.pdf (5.185Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.