Repositório Digital

A- A A+

Metodologia para avaliação e classificação de causas de acidentes do trabalho

.

Metodologia para avaliação e classificação de causas de acidentes do trabalho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Metodologia para avaliação e classificação de causas de acidentes do trabalho
Autor Slavutzki, Luis Carlos
Orientador Amaral, Fernando Goncalves
Data 2010
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
Assunto Acidentes de trabalho
Gestão
Segurança do trabalho
[en] Causes of accidents
[en] Work accidents
Resumo Este trabalho propõe e testa uma metodologia participativa para classificação das causas de acidentes de trabalho. A dissertação aborda o assunto inicialmente revisando a evolução do cenário acidentário no país, desde a fase em que o Brasil era o “campeão mundial de acidentes” até o atual momento, para contextualizar a necessidade de atualização dos conhecimentos sobre as causas de acidentes. No referencial teórico estão compiladas as conceituações dos diversos tipos de causas de acidentes atualmente aceitas, resultando na elaboração de um diagrama com essas causas, organizadas de acordo com sua origem. Neste diagrama, as causas que são gerenciadas pelo empregado são agrupadas como Causas Comportamentais. Já aquelas causas que embora por vezes, tenham como último agente o empregado, são ou deveriam ser gerenciadas pela organização são agrupadas entre as Causas Organizacionais. Na discussão das causas comportamentais são destacadas as diferenças entre os erros de empregados treinados e experientes, chamados de Ações Não Intencionais, e os erros cometidos por pessoas sem conhecimento ou experiência. Na classificação são enfatizadas as diferenças entre as Violações cometidas com intenção de ganho de tempo próprio e redução de esforço e as Violações estimuladas pela organização. Na sequência, é feita a apresentação da metodologia para pesquisa e classificação de causas de acidentes e os resultados de sua aplicação em uma amostra de acidentes ocorridos em período recente em uma empresa do sul do país. O resultado da pesquisa demonstra que quantitativamente predominaram acidentes cuja causa principal é gerenciada pela empresa sobre aqueles cuja causa principal é gerenciada pelos próprios acidentados. Foi também identificado que as Ações Não Intencionais são a principal causa de acidentes dentro do grupo de Causas Comportamentais e que estas constituem o segundo tipo mais frequente entre todas as causas de acidentes de trabalho, prevalecendo sobre as violações e, por isso, merecendo estudos com vistas ao seu controle. Esta metodologia poderá ser aplicado como ferramenta adicional de gestão do processo de prevenção de acidentes.
Abstract This study proposes and tests an interactive methodology for the classification of work accidents’ causes. The dissertation approaches the subject, initially, reviewing the evolution of the accidents’ scenario in Brazil, from the time that the country was the “world champion” of accidents to the present, to define the context for the need of updating knowledge about accidents’ causes. In the theoretical references there is a compilation of the conceptualization of the various types of accident’s causes accepted today, resulting in the elaboration of a diagram with these causes, organized according to their origins. In this diagram the causes managed by the employee are grouped as Behavioral Causes and those causes that, although have the employee as the final agent, are or should be managed by the organization, are grouped as Systemic Causes. In the discussion of Behavioral Causes are highlighted the differences between the errors of trained and experienced collaborators, called Unintentional Actions and those caused by inexperienced or untrained personnel. In the classification the emphasis is in the differences between the Violations caused with the intent of personal gains in time and effort reduction and those stimulated by the organization. Follows the presentation of research and classification’s methodology of causes of accidents and the results of their use on a sample of recent accidents in an industry in the South of Brazil. Researches’ results showed that accidents whose main cause is managed by the company are more quantitatively than those where the cause is managed by the accident’s victim. It was also found that Unintentional Actions are the main cause of accidents within the Behavioral Causes group and that those constitute the second more frequent kind of all causes of work accidents, above Violations and, deserving, for this reason, studies aimed at their control. This method might be used as an additional management tool in the accident prevention process.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26534
Arquivos Descrição Formato
000757875.pdf (1.278Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.