Repositório Digital

A- A A+

A cidade de Porto Alegre entre 1820 e 1980 : as transformações físicas da capital a partir das impressões dos viajantes estrangeiros

.

A cidade de Porto Alegre entre 1820 e 1980 : as transformações físicas da capital a partir das impressões dos viajantes estrangeiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A cidade de Porto Alegre entre 1820 e 1980 : as transformações físicas da capital a partir das impressões dos viajantes estrangeiros
Autor Mello, Bruno César Euphrasio de
Orientador Souza, Célia Ferraz de
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.
Assunto Cidades
Descrições e viagens
Evolucao urbana
Percepção urbana
Porto Alegre (RS)
[en] Foreing travelers
[en] Infrastructure
[en] Locational aspects
[en] Public equipments
[en] Public services
[en] Public spaces
[en] The nineteenth century
[en] Urban development
[en] Urbanism
Resumo Esta dissertação trata de Porto Alegre durante os anos de 1820 – 1890. Tem como objetivo realizar uma análise das transformações e características de seu espaço urbano a partir da leitura e do cruzamento das descrições da cidade contidas nos relatos dos viajantes estrangeiros. É um estudo que se apóia nos diários destes informantes, fontes não oficiais e pouco utilizadas nas pesquisas empreendidas por arquitetos e urbanistas sobre a capital, para valorizá-los como possibilidades de contribuição para o estudo da cidade. Nesse sentido a pesquisa busca alternativa às fontes utilizadas com mais freqüência como a cartografia histórica e os documentos oficiais e procura avaliar que estas outras fontes são importantes e devem ser mais exploradas pelos estudos urbanos. Seu uso permitiria, assim, uma aproximação mais íntima com o cotidiano da cidade, com seus espaços, com as sensações que eles transmitem. São buscados nos textos dos viajantes informações sobre Porto Alegre relativas aos seus aspectos locacionais (implantação, arrabaldes, malha urbana/arruamento e aparência geral do conjunto), seus serviços públicos e de infra-estrutura urbana (estradas, abastecimento de água, esgotamento sanitário e pluvial, limpeza urbana, transporte, calçamento, iluminação, policiamento, aterros), seus equipamentos e espaços públicos (hospitais, instituições de ensino, templos religiosos, cais e alfândega, quartéis e edificações de cunho militar, teatros, cemitério, presídio, mercado, edifícios administrativos, esporte e lazer, praças e parques) e outras características não enquadradas nas categorias anteriores (conjunto da arquitetura residencial, população, etc). Foram selecionados seis viajantes como fontes para subsidiar a pesquisa, dispersos em saltos de tempo mais ou menos regulares ao longo dos setenta anos do recorte temporal adotado. São eles: Auguste Saint-Hilaire, Arsène Isabelle, Robert Ave-Lallemant, Oscar Canstatt, Wilhelm Breitenbach e Moritz Schanz.
Abstract This thesis is about Porto Alegre during the years of 1820 – 1890. Its objective is to analize the transformations and characteristics of its urban space from the reading and crossing of the descriptions of the city contained in the reports of foreing travelers. It is a study that relies on diaries, unofficial sources little used in the researches from architects and planners about the capital, to value them as a possible contribution to the study of the city. In this sense the research seeks alternative sources to the used most often as the historical cartography and the official documents, and also to present that these other sources are important and should be more explored by urban studies. Its use would enable a more intimate approach to the daily life of the city, with its spaces and the feelings they convey. Are sought in the writings of travelers information about Porto Alegre regarding locational aspects (implantation, suburbs, urban network/streets and general appearance of the whole), its public services and urban infrastructure (roads, water supply, sewerage, urban sanitation, transportation, sidewalks, lighting, policing, landfill), its equipment and public places (hospitals, educational institutions, religious temples, wharf and customhouse, quarters and buildings of military nature, theaters, cemeteries, prisons, markets, administrative buildings, sports and recreation, squares and parks) and other characteristics not covered into the above categories (cluster of residential architecture, population, etc.). Were selected six travelers as sources to support the research, dispersed with certain regularity throughout the seventy years studied. They are: Auguste Saint-Hilaire, Arsène Isabelle, Robert Avé-Lallemant, Oscar Canstatt, Wilhelm Breitenbach and Moritz Schanz.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26719
Arquivos Descrição Formato
000758195.pdf (6.435Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.