Repositório Digital

A- A A+

A internacionalização do setor de etanol brasileiro : um estudo multi-casos

.

A internacionalização do setor de etanol brasileiro : um estudo multi-casos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A internacionalização do setor de etanol brasileiro : um estudo multi-casos
Autor Pozas, Mariana Uhry Boeira
Orientador Padula, Antonio Domingos
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Etanol
Internacionalização de empresas
Processo de internacionalização
[en] Ethanol
[en] Internationalization
[en] Internationalization process
[en] Obstacles
Resumo A evolução tecnológica e do comércio mundial tornaram o tema internacionalização de empresas um desafio para pesquisas da administração. A internacionalização pode ser entendida como uma alternativa de crescimento da firma. Dentre as questões relacionadas ao tema, podem ser verificadas as seguintes questões: quando as empresas optam por esta alternativa, os motivos que levam as empresas a buscarem mercados fora de sua base de origem, como as mesmas iniciam e desenvolvem seus processos de internacionalização, quais obstáculos que as empresas enfrentam quando participam do mercado internacional. As teorias existentes sobre o tema procuram explicar a internacionalização através de enfoques racionais e comportamentais. Se por um lado as tomadas de decisão das empresas em relação ao mercado externo têm como finalidade a minimização de custos para a obtenção de lucro, o que explica o percurso da empresa neste mercado é o aprendizado e conhecimento adquirido na realização do mesmo. Assim, o presente trabalho, através do método de estudo de caso, buscou verificar a internacionalização de empresas inseridas no setor de etanol brasileiro. Para tanto, foi desenvolvido um esquema analítico que fosse capaz de descrever a internacionalização das empresas pesquisadas nos âmbitos individual da firma e da cadeia mundial na qual estão inseridas. Ademais, foram coletados dados secundários relativos ao setor e realizadas entrevistas com especialistas com conhecimento e trabalhos acumulados em torno do objeto de pesquisa. As empresas escolhidas apresentam comportamentos diferentes em relação ao processo de internacionalização. De um lado, uma empresa pertencente a um grupo internacionalizado na década de 1970, fundada em 2007 e com atuação em outros setores que não a agroindústria (construção civil, engenharia e petroquímica); de outro, uma Joint Venture formada por empresas familiares do setor no estado de São Paulo e fundada em 1997, com atuação no mercado internacional de etanol desde 2002. A primeira entende a internacionalização como sendo um processo natural onde desde sua concepção soube que participaria do mercado internacional e parece atuar neste com maior envolvimento que a segunda devido à busca por parcerias com agentes que controlam a cadeia mundial. A segunda entende que a internacionalização é uma oportunidade de mercado e que seu envolvimento com o mercado externo se dá até a comercialização do etanol para uma trading, desconhecendo as etapas após esta fase. Assim, o trabalho verificou e analisou o comportamento destas empresas e pode observar que parece ser diferente a postura das empresas pesquisadas em relação ao mercado internacional de etanol, tanto no que leva as mesmas a participarem deste mercado como aos obstáculos percebidos em relação ao mesmo. A atuação das empresas parece então se dar de acordo como cada uma das empresas pretende se envolver com este mercado.
Abstract Technological evolution and world trade have turned company internationalization into a challenge for business administration studies. Internationalization can be understood as an alternative for the company’s growth. The following questions concerning the subject can be pointed out: when do companies choose this alternative, the reasons that lead them to search for markets outside their original basis, how do they start and develop their internationalization processes, as well as what obstacles they face when participating in an international market. Current theories on the subject attempt to explain internationalization through rational and behavioral approaches. If, on one hand, companies’ decision-making towards the foreign market aim at minimizing costs in order to obtain profit, what explains the course of the company in this market is the learning and knowledge acquired in following that. Therefore, this research, through the case-study method, attempted to examine the internationalization of companies in the Brazilian ethanol sector. In order to do that, there was an analytical scheme able to describe the internationalization of the studied companies individually as well as the world chain in which they are inserted. Furthermore, secondary data concerning the sector were collected as well as interviews carried out with experts who have thoroughly studied the object of this research. The companies chosen show different behavior towards the internationalization process. On one hand, a company member of a group which was internationalized in the 70’s, founded in 2007 and working in sectors other than agribusiness (construction, engineering and petrochemical industry); on the other hand, a joint venture formed by companies which are familiar to the sector in São Paulo state and was founded in 1997, working in the ethanol market since 2002. The former understands internationalization as a natural process where, since its conception, would participate in the international market and seems to work in it with more involvement than the latter due to the search for partnerships with agents that control the world chain. The latter understands internationalization as a market opportunity and its involvement with the foreign market takes place up to ethanol trading, ignoring the steps after this phase. Therefore, the study examined and analyzed the actions of these companies and could observe that the attitude of the studied companies towards the ethanol international market seems to be different, not only in terms of the reasons that lead them to participate in this market, as well as the obstacles perceived towards it. The operation of the companies seems to take place according to how each one of them intends to get involved with this market.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26799
Arquivos Descrição Formato
000760790.pdf (851.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.