Repositório Digital

A- A A+

A morada como duração da memória : estudo antropológico das narrativas e trajetórias sociais de núcleos familiares e redes de camadas médias urbanas habitantes da cidade de Porto Alegre, RS - Brasil e do bairro de San Telmo, na cidade de Buenos Aires - Argentina

.

A morada como duração da memória : estudo antropológico das narrativas e trajetórias sociais de núcleos familiares e redes de camadas médias urbanas habitantes da cidade de Porto Alegre, RS - Brasil e do bairro de San Telmo, na cidade de Buenos Aires - Argentina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A morada como duração da memória : estudo antropológico das narrativas e trajetórias sociais de núcleos familiares e redes de camadas médias urbanas habitantes da cidade de Porto Alegre, RS - Brasil e do bairro de San Telmo, na cidade de Buenos Aires - Argentina
Autor Gutterres, Anelise dos Santos
Orientador Eckert, Cornelia
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Antropologia social
Antropologia urbana
Buenos Aires (Argentina)
Cidades
Cotidiano
Estudo etnográfico
Família
Memória coletiva
Memória social
Porto Alegre (RS)
Redes sociais
San Telmo (Buenos Aires, Argentina)
Sociabilidade
Trajetorias de vida
[en] City
[en] Duration
[en] Family
[en] Generation
[en] Image
[en] Imagem
[en] Kinship
[en] Memory
[en] Narrative
[en] Neighborhoods
[en] Network
[en] Trajectories
[en] Urban transformation
[es] Barrio
[es] Ciudad
[es] Familia
[es] Generación
[es] Imagem narrativa
[es] La duración
[es] Las transformaciones urbanas
[es] Memoria
[es] Parentesco
[es] Redes
[es] Trayectorias
Resumo Essa dissertação aborda o tema dos ritmos temporais nas cidades modernocontemporâneas a partir da experiência etnográfica entre núcleos familiares e redes de camadas médias urbanas. Inserida nas discussões sobre planejamento urbano, construção e destruição de propriedade privada residencial, abordamos as representações da morada a partir das imagens que a compõem. O estudo busca pensar o espaço da morada como objeto do tempo nos bairros: Tristeza, Rio Branco, Floresta e Petrópolis, na cidade de Porto Alegre, Brasil; e o Bairro de San Telmo, na cidade de Buenos Aires, Argentina. A partir da pesquisa em imagens de acervo e dados oriundos do método etnográfico buscamos pensar a transformação da cidade a partir das narrativas biográficas e das trajetórias sociais dos integrantes desses diferentes contextos etnográficos por intermédio da noção de memória e de uma etnografia da duração.
Abstract This thesis intends to establish how the representation of “morada”, in moderncontemporary cities, from the perspective of an ethnographic experience affects the family groups and networks of urban middle classes. The thesis discusses urban planning, construction and destruction of private residential properties, specially including several visual representations of the “morada”. It aims to ponder the “morada” space, as an object changing in a time, in the neighborhoods of Tristeza, Rio Branco, Floresta and Petrópolis, all in the city of Porto Alegre, Brazil, and San Telmo, in Buenos Aires, Argentina. Searching the data and image collection gathered in an ethnographic method, the thesis discusses the transformation the cities go through, from the perspective of the biographic narratives and social trajectories of the members of those different ethnographic contexts, from the perspective of memory and ethnographic duration.
Resumen Esta tesis abarca la cuestion de las ritmos temporales en las ciudades modernocontemporaneas, desde la experiencia etnográfica entre los grupos familiares y las redes de clase media urbana. Incluidos en las discusiones acerca de la planificación urbana, la construcción y la destrucción de la propiedad residencial privada, hablamos de las representaciones de la “morada” desde las imágenes que componen. El estudio tiene como objetivo reflexionar sobre el espacio de la “morada” como un objeto de tiempo en los barrios: Tristeza, Rio Branco, Floresta y Petrópolis, la ciudad de Porto Alegre en Brasil, y San Telmo, en Buenos Aires, Argentina. Desde la investigación cerca de las colecciones de imágenes de museos y arquivos e incluso datos de la etnografía reflexionamos sobre la transformación de la ciudad desde las narrativas y trayectorias sociales de los miembros de los diferentes contextos etnográficos utilizando el concepto de la memoria y la etnografía de la duracion.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26848
Arquivos Descrição Formato
000760880.pdf (7.719Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.