Repositório Digital

A- A A+

Validação do uso da proteína cofilina como biomarcador preditivo do prognóstico de carcinoma de pulmão de não-pequenas células

.

Validação do uso da proteína cofilina como biomarcador preditivo do prognóstico de carcinoma de pulmão de não-pequenas células

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Validação do uso da proteína cofilina como biomarcador preditivo do prognóstico de carcinoma de pulmão de não-pequenas células
Autor Barros, Rafael Longhi Sampaio de
Orientador Klamt, Fabio
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Biomarcadores tumorais
Carcinoma pulmonar de células não pequenas
Cofilina 1
Neoplasias pulmonares
Prognóstico
[en] Biomarker
[en] Cofilin
[en] Immunohistochemistry
[en] Nonsmall cell lung cancer
[en] Prognosis
Resumo Câncer de Pulmão de Não-pequenas células (CPNPC) é o maior problema de saúde pública atualmente no mundo.Encontramos em nossas pesquisas que os níveis de mRNA da CFL-1 (cofilina) podem ser usados como um biomarcador prognóstico em biópsias de tumores de CPNPC. Em nossos estudos, estabelecemos e optimizamos um método simples de imunohistoquímica semiquantitativa (SQ-IHC) para quantificar em biópsias de tumores sua aplicação em uma coorte retrospectiva de pacientes diagnosticados com CPNPC, para explorar seu papel prognóstico. Tivemos acesso a uma coleção de arquivos médicos bem delineada de 50 tumores de pacientes, juntamente com informações relevantes clínicopatológicas de 5 anos de acompanhamento hospitalar. A análise imunoistoquímica e semiquantitativa da cofilina foi realizada em um estudo cego para confiabilidade do resultado clínico. A associação entre imunoconteúdo de cofilina e resultado clínico foi assegurando utilizando as curvas de mortalidade de Kaplan-Meier e o test log-rank. Pacientes foram agrupados pela expressão do biomarcador ou pelo seu estadiamento. Imunoconteúdo de cofilina (em densidade óptica) em biópsias de tumor foram capazes de determiner entre bom e mau prognóstico, onde altos níveis de cofilina foram correlacionados com baixa razão de sobrevida. Um método simples de imunoistoquímica semiquantitativa foi bem desenvolvido para avaliação quantitativa de cofilina em CPNPC. Nosso método mostrou boa sensibilidade/especificidade para indicar resultado em pacientes e por isso deve ser empregado em estudo prospectivo, de larga escala, com triagens clínicas randomizadas para estabelecer o valor prognóstico do imunoconteúdo de cofilina em CPNPC.
Abstract Nonsmall cell lung cancer (NSCLC) is a major public health problem worldwide. Previously we found that CFL1 (cofilin-1) mRNA levels can be used as a prognostic biomarker in NSCLC tumor biopsies. In this study, we established and optimized a simple semi-quantitative immunohistochemistry (SQ-IHC) method for cofilin quantification in tumor biopsies and applied it in a retrospective cohort of NSCLC patients, to exploit prognostic role. We accessed a well-defined archival collection of tumor samples from 50 patients with relevant clinicopathologic information and 5 years follow-up. Immunohistochemistry and semi-quantitative analysis of cofilin were performed blinded to clinical outcome. Association between cofilin immunocontent and clinical outcome was assessed using standard Kaplan-Meier mortality curves and the log-rank test. Patients were clustered according to either biomarker expression level or NSCLC stage grouping. Cofilin immunocontent (in optical densities) in tumor biopsies was able to discriminate between good and bad prognosis, where high cofilin levels are correlated with lower overall survival rate (P < .05). A simple semi-quantitative immunohistochemical method has been developed for quantitative evaluation of cofilin in NSCLC. Our method showed good sensitivity/specificity to indicate the outcome of patients and should be further employed in a prospective, large-scale, randomized clinical trial to establish the prognostic value of cofilin immunocontent in NSCLC.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/26938
Arquivos Descrição Formato
000762398.pdf (2.476Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.