Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da qualidade de vida do paciente com câncer colorretal em quimioterapia ambulatorial

.

Avaliação da qualidade de vida do paciente com câncer colorretal em quimioterapia ambulatorial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da qualidade de vida do paciente com câncer colorretal em quimioterapia ambulatorial
Autor Chaves, Patrícia Lemos
Orientador Gorini, Maria Isabel Pinto Coelho
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Câncer colorretal : Quimioterapia
Neoplasias colorretais : Quimioterapia
Qualidade de vida : Pacientes
Quimioterapia ambulatorial
[en] Colorectal cancer
[en] Outpatient chemotherapy
[en] Quality of life
[en] WHOQOL-Bref
[es] Calidad de vida
[es] Cáncer colorrectal
[es] Quimioterapia ambulatoria
[es] WHOQOL-Bref
Resumo O câncer de cólon e reto configura-se como a terceira causa mais comum de câncer no mundo, em ambos os sexos, e a segunda causa em países desenvolvidos. Estudar a qualidade de vida (QV) é fundamental para a presença de intervenções que promovam bem-estar e/ou o estar bem destes pacientes, cujo prognóstico nem sempre é o melhor. Esta dissertação tem como norte a seguinte questão: como é a qualidade de vida do paciente com câncer colorretal em quimioterapia ambulatorial? Trata-se de um estudo transversal com abordagem quantitativa descritiva, no qual buscou-se avaliar a qualidade de vida do paciente com câncer colorretal em quimioterapia ambulatorial. A pesquisa foi desenvolvida em uma Unidade de Quimioterapia Ambulatorial em um hospital do sul do Brasil, cujos pacientes eram portadores do diagnóstico de câncer colorretal e foram submetidos ao tratamento com o Protocolo 5FU. A amostra contou com 48 participantes que estavam em tratamento quimioterápico por um período de 6 meses. Utilizou-se como instrumento de levantamento de dados um questionário já validado e traduzido para o português, o WHOQOL-Bref. Nos resultados encontrados, prevaleceu a idade de 50 anos ou mais, todos os participantes estavam com estadiamento Dukes B e possuíam no mínimo um mês e no máximo 11 meses de tratamento. Os domínios do WHOQOL-Bref afetados mais significativamente foram os domínios II e III (psicológico e relações sociais), respectivamente, havendo diferença nas respostas quanto à QV geral naqueles que estavam no 1º ciclo de tratamento daqueles que já se encontravam no último ciclo (6º). A qualidade de vida é resultado da combinação de fatores subjetivos e de fatores objetivos, precisando suprir às necessidades humanas integrais, em seus aspectos físicos, psicológicos, sociais e espirituais.
Resumen El cáncer de colon y recto se configura como la tercera causa más frecuente de cáncer en el mundo, en ambos los sexos, y la segunda en los países desarrollados. Estudiar la calidad de vida (CV) es fundamental para la presencia de intervenciones que promueven bienestar y/o el estar bien de los pacientes cuyo pronóstico no siempre sea el mejor. Esta tesina se propone a la siguiente cuestión central: ¿cómo se presenta la calidad de vida de los pacientes con cáncer colorrectal sometidos a quimioterapia ambulatoria? Se trata de un estudio transversal con un abordaje cuantitativo descriptivo en el que se ha buscado evaluar la calidad de vida de pacientes con cáncer colorrectal sometidos a quimioterapia ambulatoria. Se ha desarrollado esta investigación en una Unidad de Quimioterapia Ambulatoria de un hospital ubicado al sur de Brasil, cuyos pacientes eran portadores de diagnóstico de cáncer colorrectal y fueran sometidos al tratamiento con el Protocolo 5-FU. La muestra dispuso de 48 pacientes en tratamiento quimioterápico por un periodo de 6 meses. Se ha utilizado como instrumento de recolección de datos un cuestionario validado y traducido al portugués, el WHOQOL-Bref. En los resultados obtenidos ha prevalecido la franja de edad de 50 años o más, todos los participantes se encontraban en el estadio Dukes B y poseían como mínimo un mes y como máximo 11 meses de tratamiento. The domains of the WHOQOLBref affected more significantly were the domains II and III (psychological and social relations), respectively, with significant differences in responses regarding overall QOL in those who were in the first cycle of treatment from those already in the last cycle (6th). Quality of life is the result of a combination of subjective and objective factors, needing help meeting human needs in full, in terms of physical, psychological, social and spiritual.
Abstract Cancer of the colon and rectum appears as the third most common cancer worldwide in both sexes, and the second leading cause in developed countries. Studying the quality of life (QOL) is fundamental for the existence of interventions that promote wellness and/or well-being of these patients, whose prognosis is not always the best. This thesis is guided by the following question: how is the quality of life of patients with colorectal cancer in outpatient chemotherapy? It was a cross-sectional study with a descriptive quantitative approach, which aimed at assessing the quality of life of patients with colorectal cancer in outpatient chemotherapy. The research was conducted in an Outpatient Chemotherapy Unit at a hospital in Southern Brazil, whose patients were diagnosed with colorectal cancer and were treated with 5-FU protocol. The sample had 48 participants who were undergoing chemotherapy for a period of six months. It was used as an instrument of data collection a questionnaire, which has already been validated and translated into Portuguese, the WHOQOL-Bref. In the results found, prevailed the age of 50 years or more, all participants were in Dukes stage B, with at least a month and a maximum of 11 months of treatment.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/27071
Arquivos Descrição Formato
000763286.pdf (540.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.