Repositório Digital

A- A A+

A desconsideração da personalidade jurídica das sociedades empresariais sob o prisma do art. 50 do código civil

.

A desconsideração da personalidade jurídica das sociedades empresariais sob o prisma do art. 50 do código civil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A desconsideração da personalidade jurídica das sociedades empresariais sob o prisma do art. 50 do código civil
Outro título The disregard doctrine under the prism of the article 50 of the brazilian civil code
Autor Toralles, Pedro Kohls
Orientador Santolim, Cesar Viterbo Matos
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Direito. Curso de Ciências Jurídicas e Sociais.
Assunto Código civil : 2002 : Brasil
Desconsideração da pessoa jurídica
Direito comercial : Brasil
[en] Article 50 of the brazilian civil code
[en] Disregard doctrine
[en] Disregard doctrine
Resumo Este trabalho versa sobre a desconsideração da pessoa jurídica nas relações de direito comercial, ou seja, sob o prisma do art. 50 do Código Civil. Para atender a este fim, é necessário o estudo da personalidade das sociedades, já que as sociedades, quando personalizadas, possuem autonomia patrimonial, ou seja, o seu patrimônio não se mistura com o de seus sócios. Esse efeito da personalidade tem como objetivo ampliar os empreendimentos e aprimorar a economia e a produção. Quando a sociedade adquire personalidade, adquire também titularidade, tornando-se responsável pelas obrigações que contrair. Desta forma, limita-se o risco do investidor e maximizam-se as iniciativas empreendedoras. No entanto, existem pessoas que abusam do instituto da autonomia patrimonial para se locupletar fraudulentamente, o que resulta em prejuízo para empregados, previdência, Estado, consumidores e também outras empresas. Este trabalho tem como finalidade entender e evitar essas distorções, especificamente, nas relações com outras empresas. A teoria da desconsideração será o objeto principal deste trabalho, pois ela decorre exatamente da necessidade de frear esses abusos ao instituto da autonomia patrimonial.
Abstract This paper discusses about the disregard doctrine in the commercial relations, which means, under the prism of art. 50 of the Brazilian Civil Code. In order to fully respond this purpose, it is necessary to study the personality of the companies, due to the fact that the companies, since personalized, have their own assets, in other words, their patrimony don’t blend with the patrimony of its own members. This effect of the personality aims to increase the enterprises and improve the economy and production. When the company acquires personality, also acquires ownership, making it responsible for contracted obligations. For that reason, the risk of the investor gets limited and the enterprises initiatives are maximized. However, there are people who abuse of the principle of the patrimony autonomy to fraudulently enrich, resulting loss to employees, insurance department, State, consumers and other companies. This paper has as purpose understand how to avoid such distortion, especially, in relations with other companies. The disregard doctrine will be the main object of this paper, because this is exactly how we can stop abuses to the principle of the patrimony autonomy.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/27131
Arquivos Descrição Formato
000763851.pdf (407.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.