Repositório Digital

A- A A+

Iura Novit curia, causa de pedir e formalismo processual

.

Iura Novit curia, causa de pedir e formalismo processual

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Iura Novit curia, causa de pedir e formalismo processual
Autor Domit, Otávio Augusto Dal Molin
Orientador Oliveira, Carlos Alberto Alvaro de
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Direito. Curso de Ciências Jurídicas e Sociais.
Assunto Formalismo processual
Fundamentação jurídica
Juiz
Vinculação
[it] Causa petendi
[it] Fondamento giuridico
[it] Formalismo processuale
[it] Iura novit curia
[it] Vinculazione del giudice
Resumo O trabalho que segue se propõe a revisar criticamente a aplicação da máxima iura novit curia – normalmente interpretada como o princípio de que o juiz conhece o direito – no processo civil brasileiro, em especial a questão relativa à existência ou não de vinculação do órgão judicial à qualificação jurídica da demanda feita pelo autor. As discussões vão desde o exame dos pressupostos culturais e lógicos do momento de nascimento do aforismo, passando pela análise do papel do fundamento jurídico da causa petendi na individualização do objeto litigioso do processo, até chegar ao exame dos limites legais e constitucionais postos à livre apreciação do direito aplicável ao caso por parte do juiz, o que acabará influindo na própria organização do formalismo processual. Esse estudo é feito pela revisitação de posições doutrinárias consolidadas, lançandose mão de exemplos e casos práticos, de forma a verificar se a tradicional concepção de que se valem doutrina e jurisprudência na aplicação da máxima iura novit curia está conforme às diretrizes básicas do processo civil contemporâneo no marco metodológico do formalismovalorativo.
Riassunto Il lavoro che segue si pone lo scopo di rivedere criticamente l’applicazione della massima iura novit curia – solitamente interpretata come il principio secondo il quale il giudice conosce il diritto – nel processo civile brasiliano, in speciale quanto riguarda alla vinculazione o no dell’organo giudiziale alla qualificazione giuridica della domanda fatta dall’attore. Il dibattito avvia dall’analise dei pressuposti culturali e logici che ocorriano all’epoca di nascita dell’aforisma, camina attraverso l’indagine del ruolo del fondamento giuridico della causa petendi nell’identificazione dell’oggetto del processo e termina con l’esame dei limiti legali e costituzionali posti alla libera ricerca del diritto applicabile al caso dalla parte del giudice, il che finirà per influire nella propria organizzazione del formalismo processuale. Lo studio va fatto con la rivista di posizioni dottrinali consolidate, attraverso l’esame di esempi e casi pratici, cercando di verificare se la tradizionale concezione dottrinale e giurisprudenziale nell’applicazione della massima iura novit curia è conforme alle linee fondamentale del processo civile contemporaneo nel momento metodologico del formalismovalorativo.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/27174
Arquivos Descrição Formato
000764102.pdf (576.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.