Repositório Digital

A- A A+

Estudos sobre fungos gasteróides (Basidiomycota)no Rio Grande do Sul

.

Estudos sobre fungos gasteróides (Basidiomycota)no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudos sobre fungos gasteróides (Basidiomycota)no Rio Grande do Sul
Outro título Studies on gasteroid fungi (Basidiomycota) from Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Cortez, Vagner Gularte
Orientador Silveira, Rosa Mara Borges da
Co-orientador Baseia, Iuri Goulart
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Taxonomia vegetal : Fungos : Teses : Brasil Rio Grande do Sul
[en] Biodiversity
[en] Fungi Rickiani
[en] Gasteromycetes
[en] Mycobiota
[en] Taxonomy
Resumo Fungos gasteróides ou gasteromicetos são um grupo polifilético de fungos do filo Basidiomycota, cuja principal característica é a formação endógena e liberação passiva dos basidiósporos após a maturação. Neste trabalho, foi realizado um levantamento de fungos gasteróides na micobiota sul-riograndense a partir de coletas realizadas pelo autor de março de 2006 a março de 2009 em diferentes regiões do Rio Grande do Sul, bem como na revisão dos herbários BAFC, HURG, ICN, PACA, PEL, SMDB e SP. A análise dos caracteres macromorfológicos e micromorfológicos foi realizada segundo métodos específicos para o grupo; ilustrações das microestruturas foram realizadas ao microscópio óptico com câmara-clara. Ao todo, foram examinadas mais de 700 coletas de gasteromicetos, representando um total de 13 famílias, 31 gêneros e 85 espécies de fungos gasteróides. Lycoperdaceae foi a família com maior número de gêneros (9) e espécies (28). Geastrum foi o gênero com maior número de espécies no Rio Grande do Sul, totalizando 13 táxons. Três espécies são propostas como novas para a ciência: Lycoperdon ovoidisporum, Morganella echinulata e M. homrichiae; três combinações novas são propostas: Calostoma zanchianum, Langermannia bicolor var. cirrifera e Morganella benjaminii. São registradas pela primeira vez na América do Sul: Bovista ochrotricha, Chondrogaster pachysporus, Lysurus cruciatus var. nanus, Morganella afra e Phallus duplicatus. Os seguintes táxons são registrados pela primeira vez para o Brasil: Calvatia cyathiformis var. chilense, Hysterangium affine, H. inflatum, Mutinus elegans, Scleroderma dictyosporum e Tulostoma pygmaeum. Phallus granulosodenticulatus, uma espécie pouco conhecida, descrita por B. Braun em 1932, foi recoletada e redescrita. Cyathus berkeleyanus, C. julietae, C. pallidus, Descomyces albellus, Scleroderma fuscum, Setchelliogaster tenuipes e Vascellum pratense são citadas pela primeira vez para o Rio Grande do Sul e sul do Brasil. Uma listagem provisional fungos gasteróides conhecidos no Rio Grande do Sul é apresentada.
Abstract Gasteroid fungi, or gasteromycetes, are a polyphyletic group belonging to the phyllum Basidiomycota; their most important feature is the endogenous production of basidiospores, which are passively dispersed at maturity. In this research, a survey of the gasteroid fungi from the state of Rio Grande do Sul was based on specimens collected from March 2006 to March 2009, as well on the revision of the BAFC, HURG, ICN, PACA, PEL, SMDB, and SP herbaria. Macro- and microscopic analysis of the basidiomata followed specific methods for this group of fungi; line drawings of the microstructures, were produced with the aid of a camera-lucida attached to a light microscope. More than 700 specimens were examined, comprising 13 families, 31 genera, and 85 species of gasteroid fungi. Lycoperdaceae was the larger family, with 28 taxa. Geastrum was the largest genus, with 13 taxa. Three new species to science were proposed: Lycoperdon ovoidisporum, Morganella echinulata and M. homrichiae; three new combinations were proposed: Calostoma zanchianum, Langermannia bicolor var. cirrifera, and Morganella benjaminii. The following taxa represented new records from South America: Bovista ochrotricha, Chondrogaster pachysporus, Lysurus cruciatus var. nanus, Morganella afra and Phallus duplicatus. New records from Brazil are: Calvatia cyathiformis var. chilense, Hysterangium affine, H. inflatum, Mutinus elegans, Scleroderma dictyosporum, and Tulostoma pygmaeum. Phallus granulosodenticulatus, an almost unknown taxon described by B. Braun in 1932, was recollected and reevaluated. The following species are new records from southern Brazil or Rio Grande do Sul: Cyathus berkeleyanus, C. julietae, C. pallidus, Descomyces albellus, Scleroderma fuscum, Setchelliogaster tenuipes and Vascellum pratense. A provisional checklist of the known gasteroid fungi from Rio Grande do Sul is presented.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/27508
Arquivos Descrição Formato
000737947.pdf (33.83Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.