Repositório Digital

A- A A+

Reciclagem mecânica de disquetes de 31/2polegadas pós-consumo

.

Reciclagem mecânica de disquetes de 31/2polegadas pós-consumo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reciclagem mecânica de disquetes de 31/2polegadas pós-consumo
Autor Chrestani, Alexandre Ghidini
Orientador Santana, Ruth Marlene Campomanes
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia de Materiais.
Assunto Engenharia de materiais
Resumo A substituição dos disquetes de 31/2 polegadas por mídias e dispositivos com maior capacidade de armazenamento de dados, como CDs e pen drives, gerou um grande descarte desse produto. Em função disso e do fato dos disquetes ainda estarem sendo produzidos, mesmo que em menor escala, faz com que um método de reciclagem para esses disquetes seja necessário e atraente. Esse trabalho se preocupa com a separação e identificação de cada um dos componentes presentes em disquetes de diversas marcas e modelos, e no desenvolvimento de uma rota de reciclagem para esse produto. A primeira etapa desse trabalho foi uma separação manual e pesagem dos componentes internos e externos dos disquetes. Foram identificados sete tipos de componentes: a carcaça polimérica, uma proteção metálica, uma pequena mola, um disco de tecido, um disco polimérico (o disquete em si) com um componente metálico no centro e um pequeno pedaço de filme polimérico colado na carcaça. A etapa seguinte foi a identificação dos materiais que compõem cada um dos componentes. Essa identificação foi feita através de análises de propriedades físicas, químicas e, em alguns casos, calorimetria exploratória diferencial. Em seguida, disquetes de diversas marcas foram submetidos a uma moagem em moinhos de martelos, seguida de uma moagem em moinhos de facas. Depois da moagem foi feita uma separação por diferença de densidade, na qual o produto moído foi imerso em uma solução de água com cloreto de sódio (com densidade aproximada de 1,15 g/cm³). Possuindo densidade superior à solução, o disco polimérico e o material metálico não-magnético foram separadas da carcaça polimérica e do disco de tecido, estes com densidade inferior à solução. A mistura de carcaça polimérica com disco de tecido foi então moldada por compressão térmica e o material resultante desse processamento teve a absorção de água, resistência ao impacto, dureza, teor de vazios e resistência mecânica analisados. Os resultados dessas análises foram comparados com outros valores dessas mesmas propriedades, porém referentes a uma amostra composta apenas por carcaça polimérica e a uma amostra reforçada com tecido, tendo esta o reforço adicionado isoladamente, ou seja, não houve etapa de moagem, o tecido foi adicionado manualmente ao polímero no molde de processamento. Ainda, foram estudadas duas outras possibilidades, adicionou-se SEBS (copolímero em bloco de estireno – etileno/butileno – estireno) à fração reforçada moída e àquela reforçada manualmente. As amostras reforçadas com o tecido apresentaram propriedades mecânicas mais atraentes em relação às amostras compostas puramente pela carcaça. Com a adição de SEBS, os compostos perderam a fragilidade anteriormente apresentada, fazendo com que se tornassem mais resistentes e aumentando sua aplicabilidade.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/27530
Arquivos Descrição Formato
000765455.pdf (1.118Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.