Repositório Digital

A- A A+

Obtenção de óxido de zinco nanoestruturado modificado com prata por aspersão de solução em chama : caracterização e avaliação da atividade fotocatalítica

.

Obtenção de óxido de zinco nanoestruturado modificado com prata por aspersão de solução em chama : caracterização e avaliação da atividade fotocatalítica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Obtenção de óxido de zinco nanoestruturado modificado com prata por aspersão de solução em chama : caracterização e avaliação da atividade fotocatalítica
Autor Silva, Rafael Hubert
Orientador Bergmann, Carlos Perez
Co-orientador Trommer, Rafael Mello
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia de Materiais.
Assunto Engenharia de materiais
Resumo Partículas de óxido de zinco (ZnO) nanométricas têm sido amplamente utilizadas em áreas relacionadas à Nanotecnologia, atraindo a atenção de inúmeros pesquisadores devido a aplicações como absorvedor de raios ultravioleta (UV), fotocatálise e bactericida, entre outras. Recentemente, íons de prata têm sido investigados por diversos pesquisadores, pela sua contribuição no aperfeiçoamento da atividade fotocatalítica de semicondutores nanocristalinos. Nanopartículas de prata também vêm sendo estudas e utilizadas no combate a infecções hospitalares. Este trabalho investigou a síntese de ZnO modificado com prata. O método utilizado foi a aspersão de uma solução em chama, usando como sal precursor (oxidante) o nitrato de zinco (Zn(NO3)2.6H2O) na concentração de 0,5 molar, uréia (CO(NH2)2 como combustível e nitrato de prata (AgNO3) como sal precursor para o agente modificador. A solução precursora foi preparada de acordo com a reação de combustão estequiométrica e com adição de Ag em 1% mol em relação ao Zn. A atividade fotocatalítica do pó de ZnO/Ag foi avaliada utilizando-se absorbância no UV-visível, pela decomposição fotooxidativa do alaranjado de metila (AM). A análise por difração de raios X(DRX) identificou zincita como fase majoritária e prata metálica. Por análise de DRX, também foi possível determinar o tamanho de cristalito do pó de ZnO/Ag no valor de 23nm, calculado após fitting em software (WinFit versão 1.2.1). A morfologia do pó foi observada através de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Constatou-se a formação de agregados de partículas. A análise por microssonda de energia dispersiva (EDS) identificou a presença de prata nas partículas de ZnO/Ag. As análises de DRX e EDS em conjunto permitiram supor que o pó obtido é heteroestruturado. A área superficial específica examinada pelo método BET foi 5.58 m2/g. O ensaio de fotocatálise identificou o tempo de degradação do corante alaranjado de metila em 45 min.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/27536
Arquivos Descrição Formato
000765571.pdf (1.799Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.