Repositório Digital

A- A A+

Influência da ordem da modalidade de exercício na resposta hormonal aguda ao treino concorrente

.

Influência da ordem da modalidade de exercício na resposta hormonal aguda ao treino concorrente

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência da ordem da modalidade de exercício na resposta hormonal aguda ao treino concorrente
Outro título Influence of the order of the of exercise type in acute hormonal response in concurrent training
Autor Santos, Mariah Gonçalves dos
Orientador Kruel, Luiz Fernando Martins
Co-orientador Cadore, Eduardo Lusa
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Cortisol
Exercício físico
[en] Concurrent training
[en] Cortisol
[en] Hormonal response
[en] Testosterone
Resumo A manipulação da ordem dos exercícios de força e aeróbio durante o treino concorrente tem como objetivo a otimização das adaptações neuromusculares. Baseado na importância da resposta hormonal para essas adaptações, o objetivo do estudo foi investigar a influência da ordem dos exercícios na resposta aguda de testosterona (TT) e cortisol (COR) durante uma sessão de treinamento concorrente. Dez homens jovens treinados em força executaram 2 sessões de treino: aeróbico-força (AF) e força-aeróbio (FA), compostas por 30min a 75% da freqüência cárdica máxima em ciclo ergômetro e 3 séries de 8 repetições a 75% da carga máxima em 4 exercícios de musculação. Amostras sanguíneas foram coletas antes, entre modalidades e 5min após cada sessão para mensuração de TT e COR. Para análise dos resultados, utilizou-se ANOVA two-way com testes post-hoc de Bonferroni. Para comparação da variação total entre as situações utilizou-se o teste t dependente. O nível de significância foi α<0,05. Em relação ao COR, houve efeito do tempo após o primeiro exercício em ambas situações. Não houve modificações significativas após o segundo exercício independente da situação. Nas duas sessões a variação ao longo do primeiro exercício foi maior do que a variação após o segundo. Com relação à TT, na situação FA houve aumento significativo após o treino de força, mas estes níveis não foram mantidos durante o treino aeróbio. Em AF, houve aumento decorrente do treino aeróbio e manutenção dos níveis acima do repouso após o treino de força. Nas duas situações a variação de TT durante o primeiro exercício foi maior do que a variação durante o segundo. Baseado nos resultados, sugere-se que para otimização da resposta da TT, o treinamento aeróbio seja realizado anteriormente ao de força.
Abstract The manipulation of the order of strength training and endurance training during the concurrent training aims at optimizing the neuromuscular adaptations. Based on the importance of hormonal response to these adjustments, the study aimed to investigate the influence of exercise order in the acute response of testosterone (TT) and cortisol (COR) during a concurrent training session. Ten young men trained in strength training performed 2 sessions: Endurance-strength (AF) and strength-endurance (FA), consisting of 30 minutes in a cycle ergometer at 75% of maximum frequency cardiac and 3 sets of 8 repetitions at 75% of 1RM. Blood samples were collected before, between modalities and 5min after each session to measure TT and COR. For data analysis, we used two-way ANOVA tests with post-hoc Bonferroni. For comparison of the total variation between the conditions we used the dependent t test. The significance level was p <0.05. In relation to the COR, was affected by time after the first exercise in both situations. No significant changes after the second exercise regardless of the situation. The variation in the two sessions during the first exercise was greater than the variation after the second. With respect to TT, in FA significantly increased after strength training, but these levels were not maintained during the aerobic training. In AF, increased due to endurance training and maintenance of levels above the rest after the strength training. In both situations the variation of TT during the first exercise was greater than the variation during the second. Based on these results, it is suggested that to optimize the response of the TT, endurance training is performed prior to strength.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/27692
Arquivos Descrição Formato
000766502.pdf (289.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.