Repositório Digital

A- A A+

Índice de Mobilidade Sustentável para avaliar a qualidade de vida urbana : estudo de caso Região Metropolitana de Porto Alegre - RMPA

.

Índice de Mobilidade Sustentável para avaliar a qualidade de vida urbana : estudo de caso Região Metropolitana de Porto Alegre - RMPA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Índice de Mobilidade Sustentável para avaliar a qualidade de vida urbana : estudo de caso Região Metropolitana de Porto Alegre - RMPA
Autor Machado, Laura
Orientador Merino Dominguez, Emilio
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.
Assunto Ambiente urbano : Qualidade
Cidades : Porto Alegre, Região Metropolitana de (RS)
Indicadores
Indices urbanisticos
Mobilidade urbana
Sustentabilidade
[en] Indicators
[en] Mobility
[en] Quality of life
[en] Sustainability
Resumo O desenvolvimento de um Índice de Mobilidade Sustentável (IMS) que representasse os principais impactos da mobilidade na sustentabilidade e na qualidade de vida urbanas foi a motivação deste estudo. Através da revisão bibliográfica de sustentabilidade, qualidade de vida e mobilidade, selecionou-se um conjunto de indicadores a partir de três critérios decisivos: a disponibilidade de dados, a periodicidade anual e que estes não gerassem ônus às prefeituras para a construção do Índice. O IMS foi aplicado em dez municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre revelando as deficiências no planejamento e na gestão da mobilidade na Região. Em nível municipal mostrou a fragilidade do poder público diante das operadoras do transporte coletivo urbano e a ausência de diretrizes de promoção do transporte não-motorizado. Na análise geral, pode-se dizer que o IMS respondeu satisfatoriamente aos objetivos, ou seja, de ser um marco de referência, um ponto de partida para iniciar a mensuração da sustentabilidade da mobilidade e, com isso, identificar as prioridades do planejamento urbano regional neste setor.
Abstract The development of a Sustainable Moblity Index (SMI) which could represent the major impacts of sustainable mobility and quality of urban life was the motivation of this study. Analyzing the sustainability, quality of life and mobility literature, a group of indicators were selected in order to create a rate. Moreover, during the construction process the available data was crucial to formulate the system and to enable an annual measurement which doesn’t generate cost for the cities. The SMI when applied in ten cities from the Metropolitan Region of Porto Alegre showed the lack of mobility planning and management in this region as a whole. And in city scale has showed the weakness of the government face to public transportation companies and the lack of guidelines to promote a non-motorized transportation. Overall, it’s possible to say that the SMI reached its objectives, being a reference mark, the first steep to start measuring the sustainable mobility in order to identify the priorities of regional urban planning.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/27850
Arquivos Descrição Formato
000762519.pdf (4.524Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.