Repositório Digital

A- A A+

Os cortes de Gordon Matta-Clark : um ritual de destruição e reconstrução da arquitetura

.

Os cortes de Gordon Matta-Clark : um ritual de destruição e reconstrução da arquitetura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os cortes de Gordon Matta-Clark : um ritual de destruição e reconstrução da arquitetura
Autor Cidade, Daniela Mendes
Orientador Fuao, Fernando Delfino de Freitas
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura.
Assunto Arquitetos
Arquitetura moderna
Cortes de construção
Matta-Clark, Gordon, 1943-1978
Obras e projetos
Resumo Os cortes de Gordon Matta-Clark: um ritual de destruição e reconstrução da arquitetura parte de uma indagação sobre um elemento na confluência com as artes visuais: o corte. O conceito de corte desdobra-se nas várias etapas desse trabalho transformando-se em um conceito operatório, que se reflete nas obras do artista norte-americano Gordon Matta-Clark (1943-1978). Assim se estabelece um diálogo sinestésico entre Arquitetura e Arte no próprio campo da arquitetura. A tese tem por hipótese o corte como princípio revelador da espessura interior para o pensamento da arquitetura e da arte. Os cortes realizados por Matta-Clark se afirmam em diferentes meios: no desenho, no edifício, na fotografia e no trabalho interminável da fotografia. A pesquisa toma sua última manifestação artística denominada Circus-Caribbean Orange (1978) como objeto central para explicar a poética do corte na sua obra – cortes, buracos, escavações. Assim, a sua produção é considerada aqui como um processo que se expande no tempo, permitindo uma abordagem que a encara em permanente estado de questionamento. Do interior dos próprios processos que transparecem nos documentos utilizados e deixados pelo artista se estabelece um modo de leitura e de reflexão que se constitui em um sistema de rede de múltiplas conexões com diferentes áreas do conhecimento.
Abstract The cuts of Gordon Matta-Clark: a ritual of destruction and rebuild of architecture searches an answer to the investigation about an element on the confluence with the visual arts: the cut. The concept of cut unfolds in the many phases of this work changing into an operatory concept that rebounds in the works of the North- American artist Gordon Matta-Clark (1943-1978). Thereby a synesthetic dialogue is established between Architecture and Art in the very field of architecture. The thesis has as hypothesis the cut that is the revealing principle of the interior thickness for the thinking of architecture and art. The cuts made by Matta-Clark stand on different means: on design, on building, on photography and on the never ending work of photography. The research takes its last artistic manifestation designed Circus-Caribbean Orange (1978 ) as the central purpose to explain the poetics of cut on his work – cuts, holes, excavations. Thus, his production is here considered as a process that is expanded in time, permitting an approach that faces it as a permanent state of questioning. From the interior of the processes that appear in the documents used and left by the artist, a way of reading and reflection is established constituting a net system of multiple connections with different areas of knowledge.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/27864
Arquivos Descrição Formato
000766713.pdf (27.15Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.