Repositório Digital

A- A A+

Processos pedogenéticos, caracterização e classificação de solos em topossequência granítica na região Sudeste de Porto Alegre

.

Processos pedogenéticos, caracterização e classificação de solos em topossequência granítica na região Sudeste de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Processos pedogenéticos, caracterização e classificação de solos em topossequência granítica na região Sudeste de Porto Alegre
Autor Medeiros, Paula Suélen Corrêa de
Orientador Nascimento, Paulo Cesar do
Co-orientador Inda Junior, Alberto Vasconcellos
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Analise do solo
Classificacao do solo
Porto Alegre (RS)
Resumo A compreensão dos processos de formação de solos e de sua distribuição na paisagem é um aspecto importante para estudos sobre a capacidade de suporte e a resiliência a impactos ambientais de diferentes tipos. Com base no exposto, os objetivos do trabalho foram caracterizar a morfologia, os atributos físicos, químicos e mineralógicos de solos em topossequência na região Sudeste de Porto Alegre, bem como avaliar a natureza e intensidade dos processos pedogenéticos envolvidos na formação destes solos e a classificação segundo o Sistema Brasileiro de Classificação e Soil Taxonomy. Foram realizadas descrições morfológicas de quatro perfis de solos e coletado material para determinar granulometria, área superficial especifica (ASE), índice de uniformidade (VU), complexo sortivo, ataque por H2SO4 e determinações dos índices Ki e Kr, bem como teores de ferro extraído com ditionito citrato bicarbonato (Fed) e com oxalato de amônio (Feo). Foi realizada difratometria por Raios – X (DRX) na fração menor que 2 mm. Também foram coletadas amostras indeformadas para determinar a condutividade hidráulica saturada (K), a porosidade total (Pt) e a densidade do solo (Ds). Os perfis descritos mostraram-se profundos, com gradiente textural acentuado e cores amareladas. Não apresentaram indícios de descontinuidade litológica (índice VU < 0,6). A ASE (inferior a 36 m² g-¹), a CTCpH7 (inferior a 13 cmolc Kg-1), o silício, o alumínio (obtidos pelo ataque sulfúrico) e o Fed (inferior a 19,5 cmolc Kg-¹) apresentaram relação positiva com a argila. A K foi entre 7,2 e 40 cm h-¹, sendo os maiores valores nos horizontes superficiais A, enquanto a Ds maior que 1,38 g cm-³ em todos os horizontes avaliados. Foram verificados valores de Ki e Kr maiores que 0,75, indicando solos cauliníticos e a DRX indicou predominância de quartzo e presença de caulinita que aumenta em profundidade. Os resultados indicaram a ocorrência do processo de lessivagem como formador mais expressivo do gradiente textural em grau de desenvolvimento variável e os perfis foram classificados como Argissolos Amarelos (Alfisol e Ultisols) e Neossolo Litólico (Entisol).
Abstract Understanding the formation processes of soils and their distribution in the landscape is an important aspect of studies on support capacity and resilience to environmental impacts of different types. On this basis, the objectives were to characterize soils morphology and physical, chemical and mineralogical characteristics into toposequence in the southeastern region of Porto Alegre, and assess the nature and intensity of pedogenic processes involved in the formation of these soils and ranking second the Brazilian System of Soil Classification and Soil Taxonomy. Morphological descriptions were conducted in four soil profiles and collected materials to determine particle size, specific surface area (SSA), uniformity index (VU),chemical composition, attack by H2SO4 and determinations of the Ki and Kr indexes, as well as content of iron extracted by dithionite citrate bicarbonate (Fed) and ammonium oxalate (Feo). ( Continuation) X-rays diffraction (XRD) was performed in the fraction smaller than 2 mm. Undisturbed samples were also collected to determine the saturated hydraulic conductivity (K), total porosity (Pt) and bulk density (Ds). The profiles described were shown to be deep, with high textural gradient and color yellow. No evidence of lithological discontinuity (VU index <0.6). The ASE (less than 36 m2 g-1), the CEC (less than 13 cmolc kg-1), silica, aluminum (obtained by H2SO4) and the Fed (less than 19.5 cmolc Kg-1) were positively related with clay. The K was between 7,2 and 40 cm h-1, and the higher values was in surface horizons, while the Ds greater was than 1.38 g cm- 1 at all horizons. Were verified Ki and Kr greater than 0,75, indicating kaolinitic soils and XRD indicated a predominance of quartz and presence of kaolinite, which increases in depth. The results indicated the occurrence of the lessivage process acting in the formation of the textural gradient in degree of development variable and profiles were classified as Ultisols, Alfisol and Entisol.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/27941
Arquivos Descrição Formato
000767776.pdf (2.284Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.