Repositório Digital

A- A A+

Corpos associados : interatividade e tecnicidade nas paisagens da arte

.

Corpos associados : interatividade e tecnicidade nas paisagens da arte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Corpos associados : interatividade e tecnicidade nas paisagens da arte
Autor Oliveira, Andreia Machado
Orientador Fonseca, Tania Mara Galli
Co-orientador Biazus, Maria Cristina Villanova
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Arte
Artista
Corpo
Espectador
Imagem
Interatividade
[en] Artwork-humanmilieu system
[en] Associated milieu
[en] Body
[en] Degrees of interactivity
[en] Landscapeness-simulacrum
[en] Technicity
Resumo A presente tese aborda os graus de interatividade presentes na experiência com e na obra de arte. O ato de experienciar na obra de arte nos mostra que qualquer experiência se constitui por relações intensivas entre corpos e meios em processos de interatividade. Constata-se que há diferentes graus de interatividade na experiência, sendo: misturas, atrações, incorporações e percepções. As misturas são as afecções voluntárias e involuntárias entre corpos em meios associados. A compreensão sobre as misturas dos corpos está relacionada às diferentes concepções filosóficas sobre imanência. As atrações falam de uma arte animal que nos ensina a potência do meio e os afectos dos corpos. O corpo que se menciona, aqui, não se restringe ao humano, mas também ao não humano – animal, tecnológico, imaterial – formado de velocidades e lentidões da matéria-tomando-forma. Tais corpos incorporam a vida via tecnologias dos fazeres e suas tecnicidades que não dissociam natural e artificial, analógico e digital, matéria e forma. As (im)percepções produzem paisagens efêmeras no sistema metaestável obra-humano-meio. As paisagens oscilam entre panoramas, presos a ilusionismos e representações miméticas; e simulacros que se formam no encontro das dessemelhanças e produzem realidades inventadas. Tais idéias são fundamentadas nas filosofias de Benetithus Espinosa, Gilbert Simondon e Gilles Deleuze. Ainda, são levadas para o campo da Arte Interativa, uma vez que estas obras se efetuam e se modificam ao longo da experiência artista/espectador/obra/meio. Deste modo, entende-se que os processos de interatividade direcionam-se para uma Ética da potência de agir dos corpos, ou seja, o quanto pode um corpo na experiência a partir das dinâmicas dos graus de interatividade na obra de arte. Tal investigação resulta na produção teórica da tese e na produção da videoinstalação “CorposAssociados” e da série de fotografias “Incorporações”.
Abstract This thesis addresses the degrees of interactivity produced with and within an artwork. The act of experiencing an artwork shows that any experience is made up of relations of intensity within processes of interactivity between bodies and milieus. It is maintained that there are various degrees of interactivity in experience: mixtures, attractions, incorporations, embodiments and perceptions. Mixtures are the voluntary and involuntary affects between bodies in associated milieus. The understanding of mixtures of bodies is related to various philosophical conceptions of immanence. Attractions speak of an animal art that shows us the potential of the milieu and the affects of bodies. The body referred to includes not only the human but non-human others as well—animal, technological, immaterial—formed by the speed or slowness of matter-taking-form. Such bodies embody life through technics and technicities which do not dissociate the natural and the artificial, the analog and the digital, matter and form. The (mis)perceptions produces an ephemeral landscapeness within the metastable system constituted by the artwork-human-milieu. The landscapes oscillate between panoramas—prisoners of illusion and mimetic representations—and simulacra which are formed in the encounter of dissimilarities which produce invented realities. These ideas are based on the philosophical writings of Baruch Spinoza, Gilbert Simondon and Gilles Deleuze and are applied to the field of interactive art in order to understand that artworks are created and modified through the artist/spectator/artwork/milieu experience. Thus, interactive processes are driven by an Ethics of the potential of bodies to act, which is to say, by what a body can do in its intensity in the dynamics of degrees of interactivity in the experience of the artwork. The research has resulted in this theory-based thesis, the production of a video installation entitled “CorposAssociados” and the series of photographs “Incorporações”.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/27965
Arquivos Descrição Formato
000767547.pdf (1.709Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.