Repositório Digital

A- A A+

Família e o cuidado de saúde mental no domicílio : estudo avaliativo

.

Família e o cuidado de saúde mental no domicílio : estudo avaliativo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Família e o cuidado de saúde mental no domicílio : estudo avaliativo
Autor Lavall, Eliane
Orientador Olschowsky, Agnes
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Avaliação em saúde
Cuidadores : Família
Saúde da família
Saúde mental
[en] Caretakers
[en] Family
[en] Health evaluation
[en] Mental health
[es] Cuidadores
[es] Evaluación en salud
[es] Familia
[es] Salud mental
Resumo O modelo de atenção psicossocial orienta o cuidado da pessoa com transtorno mental para o território, preocupando-se com o cotidiano e a inserção da família e da sociedade. O cuidado realizado no domicílio pela família adquire importância, possibilitando as ações de saúde mental que considerem as individualidades, as particularidades e a subjetividade da pessoa no seu contexto de vida. O objetivo deste estudo é avaliar o cuidado em saúde mental realizado no domicílio pela família. O estudo é avaliativo, com abordagem qualitativa, tipo estudo de caso, utilizando os pressupostos da Avaliação de Quarta Geração, tendo como sujeitos famílias de pessoas com transtorno mental acompanhada em uma (unidade) Estratégia Saúde da Família, do município de Porto Alegre/RS. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas individuais semiestruturadas. Na análise dos dados utilizou-se o Método Comparativo Constante, emergindo três categorias: cuidado em saúde mental realizado no domicílio pela família; facilidades para realizar esse cuidado e dificuldades para realizar o cuidado em saúde mental no domicílio. O cuidado no domicílio se organiza nas dimensões psicossocial, clínica e afetiva, possibilitando a construção de um cuidado ampliado a integral. As facilidades do cuidado envolvem o cuidar em casa, cuidado clínico e os apoios — família, amigos, igreja, a ESF, Grupo Evolução, escuta e fé. Foram consideradas dificuldades a sobrecarga, as interferências e o preconceito. Avaliou-se que o cuidado realizado pela família no domicílio deve ser valorizado e incorporado à construção da atenção psicossocial no território.
Resumen El modelo de atención psicosocial orienta el cuidado de la persona con trastorno mental para el territorio, preocupándose con el cotidiano y la inserción de la familia y de la sociedad. El cuidado realizado en el domicilio por la familia adquiere importancia, posibilitando las acciones de salud mental que consideran las individualidades, las particularidades y la subjetividad de la persona en su contexto de vida. Este estudio tuvo el objetivo de evaluar el cuidado en salud mental realizado en el domicilio por la familia. El estudio es evaluativo, con abordaje cualitativo, tipo estudio de caso, utilizando los presupuestos de la Evaluación de Cuarta Generación, tiendo como sujetos familias de personas con trastorno mental acompañada en una (unidad) Estrategia Salud de la Familia, de la municipalidad de Porto Alegre - RS. La recolección de datos ocurrió por medio de entrevistas individuales semiestructuradas. Para el análisis de los datos se utilizó el Método Comparativo Constante, Del cual emergieron tres categorías: cuidado en salud mental realizado en el domicilio por la familia; facilidades para realizar ese cuidado; y, dificultades para realizar el cuidado en salud mental en el domicilio. El cuidado en el domicilio se organiza en las dimensiones psicosocial, clínica y afectiva, lo que posibilita la construcción de un cuidado ampliado a integral. Las facilidades del cuidado envuelven el cuidar en casa, cuidado clínico y los apoyos — familia, amigos, iglesia, la ESF, el Grupo Evolución, escucha y fe. Se consideraron dificultades la sobrecarga, as interferencias y el prejuicio. La evaluación mostró que el cuidado realizado por la familia en el domicilio debe ser valorado e incorporado en la construcción de la atención psicosocial en el territorio.
Abstract The psychosocial care model guides the care of the subject with mental disorder onto the territory, concerned with the day-to-day life and the insertion of the family and the society. The care performed in the domicile by the family acquires importance because it makes possible actions of mental health that consider the individualities, the particularities and the subjectivity of the person in his or her life context. The objective of this study is evaluating the mental health care performed in the domicile by the family. The study is evaluating with qualitative approach, of the case study type, and utilizes the presuppositions of the Fourth Generation Evaluation. The subjects are families of persons with mental disorder followed up in a Family Health Strategy (unit) of the municipality of Porto Alegre – RS. The data collection was done by means of individual semi-structure interviews. From the data analysis performed through the Constant Comparative Method, three categories emerged: mental health care carried out by the family in the domicile; facility to perform such care; and, difficulty to perform mental health care in the domicile. The care in the domicile is organized in the psychosocial, clinic and affective dimensions so that it allows the construction of a broad to an integral care. The care facilities involve taking care at home, clinical care and the supports – family, friends, church, the ESF, Evolution Group, listening and faith. Among the difficulties, overcharge, interferences and prejudice stood out. The evaluation showed that the care performed by the family in the domicile must be appreciated and incorporated in the construction of the psychosocial care in the territory.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28115
Arquivos Descrição Formato
000769052.pdf (784.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.