Repositório Digital

A- A A+

A determinação da taxa de juros pelo Banco Central do Brasil durante o sistema de metas para a inflação

.

A determinação da taxa de juros pelo Banco Central do Brasil durante o sistema de metas para a inflação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A determinação da taxa de juros pelo Banco Central do Brasil durante o sistema de metas para a inflação
Autor Luz, Maria Reiniger da
Orientador Portugal, Marcelo Savino
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Banco Central do Brasil.
Brasil
Estabilização econômica
Inflação
Política monetária
Taxa de juros
Taxa Selic
Teoria econômica
[en] Brazil
[en] Inflation targets
[en] Monetary policy
[en] Taylor’s rule
Resumo O presente trabalho aborda a evolução da teoria econômica no âmbito da política monetária. Atualmente a estabilidade de preços é considerada uma variável fundamental para a expansão da atividade econômica. Neste sentido, o papel da política monetária é de extrema importância. No entanto, a autoridade responsável por sua condução está sujeita ao viés inflacionário, que leva a resultados inconsistentes com política de equilíbrio futuro. Neste contexto, foram colocadas em prática ancoras nominais, que atuaram na restrição da política monetária discricionária e, com isso, ajudaram na prevenção do problema da inconsistência temporal. Após as experiências de regimes monetários baseados na taxa de câmbio e nos agregados monetários, foi criado o regime de metas para a inflação. Este sistema foi adotado inicialmente pela Nova Zelândia em 1990, sendo posteriormente introduzido formalmente por inúmeros países desenvolvidos e em desenvolvimento, que vislumbravam na meta uma ferramenta para alcançar a estabilidade de preços. Em razão da importância do sistema de metas para política monetária global, seu escopo teórico e sua experiência internacional e doméstica são analisados no trabalho. No Brasil, o regime foi adotado apenas em 1999, na tentativa da autoridade monetária de alcançar credibilidade e, assim, reduzir a inflação e alcançar a estabilidade econômica. Diante do sucesso do regime, tanto no âmbito internacional como no doméstico, tornaram-se frequentes as discussões sobre regras de política monetária. Dessa forma, o trabalho também contempla uma análise sobre a regra de Taylor – que introduziu o assunto no meio acadêmico – e a estimação de uma função de reação para o Banco Central do Brasil. Diante da vasta literatura sobre o assunto, a inovação da análise econométrica foi verificar se os placares das decisões do Copom sobre a taxa de juros servem de sinalização para as próximas reuniões. De acordo com os resultados a não unanimidade nas decisões é um importante indicador sobre os movimentos futuros da taxa de juros. A análise de atas do Copom e os resultados da função de reação estimada mostraram que a minoria permaneceu na maior parte do tempo mais conservadora que o restante dos integrantes do Comitê, gerando um viés positivo às decisões.
Abstract This paper deals with the development of economic theory in the context of monetary policy. Nowadays price stability is considered to be a fundamental variable in the expansion of economic activity, and the role of monetary policy is extremely important in relation to this. However, the authority responsible for determining monetary policy is also subject to the effect of inflation, which can lead to inconsistencies which may cause subsequent economic imbalances. In order to avoid this, nominal anchors were put in place to restrict discretionary monetary policy, and to assist in the prevention of the aforementioned inconsistencies. Following the experiences of monetary regimes with exchange rates and and other monetary devices, an approach based on inflation targets was created. This approach was initially adopted in New Zealand in 1990, and was subsequently used in numerous other developed and emerging countries who considered inflation targets to be a means of achieving price stability. Because of the importance of this approach in current global monetary policy, this paper deals both with the theory underlying it and with related experiences in Brazil and in other countries. The policy of inflation targets was first adopted in Brazil in 1999, in an attempt by the monetary authority to gain credibility, reduce inflation and achieve economic stability. As this approach proved successful both at home and abroad, there was wide discussion about the rules governing monetary policy. In relation to this, the paper also analyses Taylor’s Rule (which first introduced the subject of monetary policy in academic circles) and the estimate of a function of reaction for the Brazilian Central Bank. In the face of the vast literature about the subject, an econometric analysis is used with the principal aim of ascertaining whether the voting in decisions taken by the Monetary Council (Copom) to determine interest rates was instrumental in guiding decisions taken in subsequent meetings. According to the results of this analysis, the fact that these decisions were not unanimous was an important indicator in determining subsequent changes in interest rates. When the minutes of Copom meetings and the results of the function of estimated reaction are also analysed, it is clearly demonstrated that those voting against the majority view were generally more conservative in outlook, which gave a more positive tone to the final decisions taken.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28127
Arquivos Descrição Formato
000765471.pdf (1.043Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.