Repositório Digital

A- A A+

Uma investigação sobre o desempenho da indústria do Rio Grande do Sul (1996-2007)

.

Uma investigação sobre o desempenho da indústria do Rio Grande do Sul (1996-2007)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uma investigação sobre o desempenho da indústria do Rio Grande do Sul (1996-2007)
Autor Torres, Gabriel Picavêa
Orientador Portugal, Marcelo Savino
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Avaliação de desempenho
Economia industrial
Indústria
Rio Grande do Sul
[en] Employment
[en] Industry
[en] Regional economics
[en] Rio Grande do Sul
[en] Shift-share analysis
Resumo O objetivo desse estudo é tentar encontrar elementos que possam explicar os motivos que levaram a indústria do Rio Grande do Sul a perder participação na indústria nacional entre o período 1996-2007. Para tanto, será adotada uma metodologia de decomposição das taxas de crescimento para a variável nível de emprego, muito utilizada em Economia Regional, denominada Análise Shift-Share. Tal método é apenas uma identidade e, portanto, permitirá identificar tendências e comportamentos ao longo do tempo. A decomposição para os dados obtidos com a PIA-Empresa do período mostraram que a indústria sul-riograndense apresentou um bom desempenho no primeiro período de análise, quando os impactos da primeira fase do Plano Real estimularam principalmente indústrias nas quais apresenta especialização, à exceção de uma. Os resultados para os outros dois períodos de análise, no entanto, mostraram uma tendência à mudança nos segmentos industriais dinâmicos. Tais segmentos não são aqueles nos quais a indústria gaúcha apresenta maior especialização e, portanto, esse foi um fator que prejudicou seu desempenho. Conjuntamente, as vantagens competitivas do estado em alguns segmentos, que se manifestaram no primeiro período, foram perdidas nos períodos posteriores. Esses resultados podem apontam uma tendência que pode vir a se manter em função da mudança estrutural da economia brasileira e, portanto, podem exigir a necessidade de políticas que criem ou estimulem incentivos regionais para reverter o comportamento no Rio Grande do Sul.
Abstract The objective of this paper is to identify some factors that might explain the loss of participation of the Rio Grande do Sul’s industry in the national industry from 1996 to 2007. In order to do so a method of employment level growth rates decomposition is adopted: the shift-share analysis, commonly used in Regional Economics. The limitations of the method allow only the identification of patterns and possible trends trough time. Decomposing data obtained from PIA-Empresa showed that the Sul-riograndense industry presented satisfactory performance in most of its important segments (with the exception of one), mainly due to the impacts of the Real Plan’s first phase policies. However, the subsequent periods showed a change in the so-called dynamic industries, most of which the Gaucha industry is not specialized. Also, the competitive advantages the state presented in the first period were not sustained in the subsequent ones. These results might show a trend possible to continue in the near future, especially because the Brazilian economy has gone through some structural changes in the last decade. This might demand the implementation of policies intended to increase or stimulate local incentives in Rio Grande do Sul.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28151
Arquivos Descrição Formato
000765906.pdf (659.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.