Repositório Digital

A- A A+

Indicadores antropométricos como preditores da função pulmonar em pacientes com fibrose cística

.

Indicadores antropométricos como preditores da função pulmonar em pacientes com fibrose cística

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Indicadores antropométricos como preditores da função pulmonar em pacientes com fibrose cística
Autor Forte, Gabriele Carra
Orientador Behling, Estela Beatriz
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Avaliação nutricional
Fibrose cística
Funcao pulmonar
Resumo A Fibrose Cística (FC) é uma doença genética que cursa com insuficiência pancreática (IP), doença pulmonar obstrutiva crônica e desnutrição (ROSENSTEIN e CUTTING, 1998). A taxa de mortalidade é dependente da função pulmonar (MILLA e WARWICHK, 1998). O estado nutricional do paciente tem importante relação com a evolução da doença pulmonar, influenciando na qualidade de vida e sobrevida (KOLETZKO e REINHARDT, 2001). O presente estudo teve como objetivo avaliar indicadores antropométricos como preditores da função pulmonar em pacientes com Fibrose Cística. Realizou-se estudo longitudinal quantitativo, com metodologia descritiva exploratória retrospectiva. Dados, dos 6 aos 9 anos, referentes ao estado nutricional (peso, estatura), albumina sérica, função pulmonar, colonização bacteriana, presença de diabetes, insuficiência pancreática e Volume Expiratório Forçado no primeiro segundo (VEF1) foram coletados do prontuário dos pacientes. A análise da variação das medidas repetidas de VEF1, pIMC, pPeso, pEstatura e ganho de peso não demonstrou variação significativa ao longo do tempo e não houve diferença entre os sexos. A albumina manteve a média acima de 4mg/dL; contudo, não obteve significância em relação ao sexo. Não houve diferença significante da variação do VEF1 ao longo do tempo de acordo com o estado nutricional, apesar dos pacientes em risco nutricional ou desnutridos (pIMC <25) apresentarem valores de VEF1 menores. A análise da colonização pulmonar relacionada com o VEF1 ao longo do tempo, através de Equações de Estimação Generalizadas, demonstrou significância apenas para a colonização por Pseudomonas aeruginosa mucóide. Os resultados do presente estudo, portanto, não demonstraram associação entre os indicadores antropométricos avaliados e a função pulmonar, possivelmente, em virtude do tamanho amostral e das características dessa amostra (pacientes em bom estado nutricional e sem doença respiratória significativa).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28190
Arquivos Descrição Formato
000768975.pdf (572.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.