Repositório Digital

A- A A+

Uso de glicerol como fonte de energia para frangos de corte

.

Uso de glicerol como fonte de energia para frangos de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de glicerol como fonte de energia para frangos de corte
Outro título Use of glycerin as energy source for broiler
Autor Gianfelici, Mario Federico
Orientador Penz Junior, Antonio Mario
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Dieta
Frango de corte
Nutricao animal
Produção animal
Resumo A proposta deste trabalho foi de avaliar o glicerol como fonte de energia em dietas de frangos de corte, visando a substituição parcial de outras fontes de energia, como o milho. Em um primeiro experimento foi empregada a glicerina bruta, subproduto da produção do biodiesel a partir de oleo de soja, como fonte de energia. Este composto que, além de glicerol contem outras substâncias consideradas contaminantes, foi utilizado com inclusões de 0, 5, 10, 15 e 20% em dietas para frangos machos Ross 308. Foram coletadas as excretas e determinados os consumos de alimentos, para estabelecer o valor da energía metabolizável aparente corrigida para nitrogênio (EMAn) da glicerina bruta. Foi obtido o valor médio de 3561 kcal/kg MS. Entretanto, houve uma variação significativa entre os valores de EMAn (P 0,0001), dependendo do nível de inclusão do subproduto às dietas, com o ponto máximo em 15%. A partir desta percentagem de inlusão, foi observado um aumento significativo da excreção de água nas excretas. Em um segundo experimento foi avaliado o glicerol puro como fonte de energia para frangos de corte machos Ross 308, agora com inclusões de 0; 2,5; 5; 7,5 e 10%. Foram coletadas as excretas e determinados os consumos de alimento e de agua, para estabelecer os valores de metabolizabiliadade dos diferentes componentes das dietas. Foi observado que os frangos que consumiram dietas com 10% de glicerol puro tiveram menores metabolizabilidades da matéria seca e do nitrogênio e maior nível de glicerol no sangue. Não houve qualquer alteração na composição da carcaça quando foram analisadas matéria seca, proteína e gordura. Por outro lado, um grupo de animais consumindo dietas com 0 e 10% de glicerol puro foram sacrificados, depois de 13 dias de consumo, para determinar os níveis de triglicerideos e de colesterol no fígado e o catabolismo muscular de glicerol. Só foi observada diferença de colesterol no fígado, sendo maior em animais consumindo glicerol puro. Com isto, foi possível concluir que é factível o uso de glicerol nas dietas de frangos de corte. Entretanto, o aporte energético deste ingrediente depende da percentagem de inclusão e ela encontra-se limitada a não mais do que 7,5% da dieta. A incorporação máxima de glicerina bruta depende de seu conteúdo de glicerol.
Abstract The proposal of this study was to evaluate the glycerol as energy source in broiler diets, considering the partial substitution of other energy sources, as corn. In the first experiment it was used crude glycerin, byproduct of biodiesel production from soy oil, which contains other substances considered contaminants besides glicerol, as a source of energy, with 0, 5, 10, 15 and 20% inclusions in male Ross 308 broilers diets. It was colected excreta and controled feed intake to calculate the aparent metabolizable energy corrected for nitrogen (AMEn) of glycerin. The average AMEn value was 3561 kcal/kg. However, it was observed variation between values (P 0.0001) in function of the level of inclusion of crude glycerin to the diets. The maxiumum value was obtained with 15% inclusion. In this percentage of inclusion it was observed an increase of water excretion in the excreta. In the second experiment it was evaluated pure glycerol, as source of energy for male Ross 308 broiler diets, now with 0, 2.5, 5.0, 7.5 and 10.0% inclusions. It was collected excreta and controled feed and water intakes to measure coefficients of metabolizability of different components of the diets. It was observed that broilers that ate 10% of pure glycerol had the worst metabolized dry matter and nitrogen and had the highest glycerol level in the blood when compared to the others. There was no change in the composition of the carcass on dry matter, protein and fat. In another part of the experiment one group of animals, consuming diets with 0 and 10% pure glycerol, were sacrificed after 13 days of diets consumption to determine the level of triglycerides and cholesterol in liver and to determine muscle catabolism of glycerol. The treatments only affected the hepatic cholesterol and the greatest figure was observed in animals consuming pure glycerol. With this information it is possible to conclude that it is feasible the use of glycerol in broiler diets as energy source. However, the energy contribution of this ingredient depends on its level of inclusion and it is limited to a maximum level of 7.5% of the diet. The maximum crude glycerin use depends on its glycerol composition.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28308
Arquivos Descrição Formato
000769981.pdf (921.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.