Repositório Digital

A- A A+

Análise de fatores psicológicos e sistêmicos associados à queixa de xerostomia

.

Análise de fatores psicológicos e sistêmicos associados à queixa de xerostomia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise de fatores psicológicos e sistêmicos associados à queixa de xerostomia
Autor Scarabelot, Vanessa Leal
Orientador Torres, Iraci Lucena da Silva
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Saliva
Saúde bucal
Xerostomia
[en] Hyposalivation
Resumo A saliva desempenha um importante papel na manutenção das condições fisiológicas da cavidade bucal. As reduções na quantidade de saliva são conhecidas por aumentar o risco de doenças bucais. Xerostomia ou percepção de boca seca é reconhecida como um importante fator de risco para doenças dentárias. Além disso, é uma condição debilitante que tem impactos sobre a qualidade de vida dos portadores. Este estudo objetiva traçar o perfil do paciente com esta sintomatologia, investigando a relação com idade, hipossalivação, síndrome de ardência bucal, sintomas depressivos, ansiedade, transtornos de sono, dor crônica, doenças sistêmicas e utilização de medicamentos de uso contínuo. Um total de 34 pacientes recrutados no ambulatório de estomatologia do HCPA e da FO/UFRGS com queixa de boca seca por pelo menos três meses foram incluídos. Pacientes com doenças sistêmicas não compensadas e aqueles que haviam sofrido radiação na região de cabeça e pescoço foram excluídos. Um questionário sócio-demográfico estruturado e escalas validadas para xerostomia, ardência bucal, sintomas depressivos, ansiedade, dor crônica e transtornos de sono foram aplicados. Em seguida foram realizadas medidas de fluxo salivar espontâneo e estimulado pelo método de expectoração salivar. Exames laboratoriais foram solicitados para avaliação de hemograma e taxas de glicose, vitamina B12, ferritina e ácido fólico. A análise estatística descritiva foi obtida utilizando-se o SPSS 18.0. A correlação entre hipossalivação e dados quantitativos foi determinada utilizando um modelo de regressão multivariada. Valores de P inferiores a 0,05 foram considerados significativos. A amostra final demonstrou predominância de mulheres (27), não fumantes, a média de idade foi de 56,88±2,58. Doenças sistêmicas compensadas estiveram presentes em 73,52%, 82,35% utilizavam medicações sendo as mais prevalentes antidpressivos, ansiolíticos e antidepressivos. Hipossalivação foi encontrada em 55,9% sendo negativamente correlacionada com a gravidade do distúrbio do sono no IQSP (β = -0,531, IC95%, 0,404-0,855) e positivamente correlacionada com o escore de ardência bucal na EAV (β = 0,26, 95% CI, 1, 002-1,678) p<0,05 que esteve presente em 73,52% dos pacientes. Em resumo, estes resultados demonstram que, embora não tenha sido encontrada associação significativa entre características sócio-demográficas e xerostomia e/ou hipossalivação, pacientes com xerostomia são predominantemente mulheres no período peri - menopausa, residentes em áreas urbanas que utilizam diferentes grupos de medicamentos. É importante salientar que estes resultados são provenientes de um estudo transversal que não permite determinar riscos absolutos. Para tanto, é importante o desenvolvimento de estudos longitudinais que permitam estabelecer esta relação.
Abstract Saliva plays an important role in maintaining the physiological conditions of the oral cavity. The reductions in the amount of saliva are known to increase the risk of oral diseases. Xerostomia or perception of dry mouth is recognized as an important risk factor for dental disease. Furthermore, it is a debilitating condition that impacts on the patients’quality of life. The aim of this study was to investigate factors associated with xerostomia and its relationship with age, hyposalivation, burning mouth syndrome, depressive symptoms, anxiety, sleeping disorders, chronic pain, systemic diseases and chronic drug use. A total of 34 patients enrolled in the dental clinic of Hospital de Clínicas de Porto Alegre and FO/UFRGS complaining of dry mouth for at least three months were included. Patients with unbalanced systemic diseases and those undergoing radiation treatment to the head and neck were excluded. A questionnaire concerning socio-demographic data, depressive symptoms, anxiety, sleep disturbances, xerostomia, burning mouth and chronic pain was applied. Measures of salivary flow rates were obtained using the spit method. Blood was tested to determine concentrations of glucose, vitamin B12, ferritin, and folate and for hemogram. The correlation of hyposalivation and quantitative data was determined using a multivariate regression model. P values less than 0.05 were considered to be significant. The results showed that mean age of 56.88±2.58. Hyposalivation was found in 55.9% being negatively correlated with the severity of sleep disturbance on PSQI (β=-0.531, 95% CI, 0.404-0.855) and positively correlated with the Burning mouth score on VAS (β = 0.26, 95% CI, 1, 002 to 1.678) p <0.05and was presented in 73.5% of patients. In summary, these results demonstrate that, although no significant association between sociodemographical characteristics and xerostomia and /or hyposalivation, patients with xerostomia are predominantly women in the perimenopausal, living in urban areas that use different groups of drugs. Importantly, these results are from a cross-sectional study and does not allow determining absolute risks. Therefore, it is important to develop longitudinal studies needed to establish this relationship.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28340
Arquivos Descrição Formato
000769505.pdf (706.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.