Repositório Digital

A- A A+

A colonização por Pneumocystis jirovecii em pacientes com fibrose cística

.

A colonização por Pneumocystis jirovecii em pacientes com fibrose cística

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A colonização por Pneumocystis jirovecii em pacientes com fibrose cística
Autor Pederiva, Marco Aurélio
Orientador Prolla, João Carlos
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Fibrose cística
Infecções por Pneumocystis
Pneumocystis jirovecii
Resumo Introdução: A Fibrose Cística é uma doença autossômica recessiva associada a infecções respiratórias crônicas e que leva a considerável morbidade e mortalidade. O Pneumocystis jirovecii é um fungo que causa pneumonia em imunossuprimidos e cuja colonização em várias doenças pulmonares mostrou ser um fenômeno clínico importante. Objetivo: Avaliar a taxa de colonização e a distribuição dos genótipos do P. jirovecii entre pacientes com Fibrose Cística. Material e métodos: Foram estudados 34 pacientes com Fibrose Cística que realizaram broncoscopia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre março de 2004 e agosto de 2007. A detecção do P. jirovecii no lavado broncoalveolar (LBA) foi feita através de nested-PCR com a utilização dos primers pAZ 102-E e pAZ 102-H no primeiro round e pAZ 102-X e pAZ 102-Y no segundo. A caracterização do gene da Diidropteroato sintetase (DIPS) e da Grande Subunidade do RNA ribossômico mitocondrial (mtLSUrRNA) foi realizada através do uso de enzimas de restrição e de seqüenciamento genético, respectivamente. Os dados clínico-demográficos dos pacientes foram obtidos dos prontuários médicos e analisados quanto à presença de colonização. Resultados: A colonização pelo P. jirovecii foi detectada em 38,2% (13/34) dos pacientes com Fibrose Cística. Nenhum dado clínico-demográfico pôde ser associado significativamente (p<0,05) à presença da colonização nos 34 pacientes estudados. Na caracterização genotípica da DIPS, o genótipo selvagem - ausência de mutações nas posições 55 e 57 – foi observado em todos os casos. Na tipagem da mtLSUrRNA, o genótipo 1 (85C/248C) foi observado em 41,6% dos casos, o genótipo 2 (85A/248C) em 16,6% , o genótipo 3 (85T/248C) em 25% e o genótipo misto 1 e 3 em 16,6% dos casos. Conclusão: Foi observada uma alta taxa (38,2%) de colonização pelo P. jirovecii entre os 34 pacientes. Este achado sugere que os portadores de Fibrose Cística podem constituir um reservatório significativo do fungo, uma importante fonte de infecção do microorganismo a outros pacientes. Quanto a uma possível associação entre a colonização pelo P. jirovecii e o curso clínico da doença, faz-se necessário estudar um número maior de pacientes. Os resultados da distribuição genotípica da mtLSUrRNA do P. jirovecii confirmam a predominância dos subtipos 1 e 3 entre os portadores da Fibrose Cística.
Abstract Introduction: Cystic Fibrosis is na autosomal recessive disorder associated to chronic respiratory infections, which leads to considerable morbidity and mortality. Pneumocystis jirovecii is a fungus that causes pneumonia in immunosuppressed patients and its colonization rate on several pulmonary diseases is a significant clinical phenomenon. Objective: Assess the rate of P. jirovecii genotypes colonization and distribution in patients with Cystic Fibrosis. Material and methods: 34 patients with Cystic Fibrosis who have undergone bronchoscopy at Hospital de Clínicas de Porto Alegre between March 2004 and August 2007 were evaluated. Detection of P. jirovecii by analysis of bronchoalveolar lavage (BAL) was carried out with nested-PCR, with the use of primers pAZ 102-E and pAZ 102-H in the first round, and pAZ 102-X and pAZ 102-Y in the second round. Characterization of the diihydropteroate synthase (DHPS) gene and the mitochondrial Large Subunit ribosomal RNA (mtLSUrRNA) was performed with the use of restriction enzymes and genetic sequencing, respectively. The clinical and demographic data of patients was obtained from their medical records and analyzed for the presence of colonization. Results: P. jirovecii colonization was detected in 38,2% (13/34) of the patients with Cystic Fibrosis. No clinical-demographic data was significantly associated (p<0,05) to the presence of colonization in the 34 studied patients. Genotypical characterization of DHPS, the wild genotype – absence of mutations in the 55 and 57 positions – was observed in all the cases. In mtLSUrRNA typing genotype 1 (85C/248C) was observed in 41,6% of the cases, genotype 2 (85A/248C) in 16,6%, genotype 3 (85T/248C) in 25% and mixed genotype 1 and 3 in 16,6% of the cases. Conclusion: A high rate (38,2%) of P. jirovecii colonization was found in the 34 patients. This finding suggests that Cystic Fibrosis patients may constitute a major reservoir and source of infection for other patients. As for a possible association between P. jirovecii colonization and the clinical evolution of the disease, further research with a greater number of subjects is needed. The results of P. jirovecii mtLSUrRNA genotypical distribution confirm the predominance of subtypes 1 and 3 among Cystic Fibrosis patients.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28348
Arquivos Descrição Formato
000769672.pdf (468.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.