Repositório Digital

A- A A+

Drogas ilegais, crime organizado e insegurança no México : uma reflexão crítica a partir da experiência colombiana

.

Drogas ilegais, crime organizado e insegurança no México : uma reflexão crítica a partir da experiência colombiana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Drogas ilegais, crime organizado e insegurança no México : uma reflexão crítica a partir da experiência colombiana
Autor Borba, Pedro dos Santos de
Orientador Cepik, Marco Aurelio Chaves
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Colômbia
Crime organizado
México
Narcotráfico
Política internacional
Segurança pública
Resumo A monografia aborda o narcotráfico organizado na América Latina, a partir de sua interface com a segurança e com a economia política internacional. Nesse âmbito, o objeto de pesquisa é a atual crise securitária no México, que combina o conflito assimétrico entre organizações narcotraficantes e governo com a cooperação securitária inter-estatal sob a lógica de “guerra às drogas” ou “guerra aos cartéis”. Para tal, debate as principais referências teóricas a respeito da economia da droga, do narcotráfico organizado e do papel que este desempenhou no conflito colombiano. Com esse pano de fundo, dedica-se à reconstrução da história recente do México, destacando a aproximação com os Estados Unidos, o desenvolvimento do narcotráfico no país e a política de enfrentamento do governo mexicano contra o crime organizado. Por fim, a monografia busca dar coerência a esse acúmulo empírico e teórico a partir de uma interpretação alternativa para a crise mexicana, baseada na interação continuada e conflituosa entre economia da droga, conflito assimétrico e cooperação inter-estatal. Nas considerações finais, tecem-se breves comentários a respeito da relação entre segurança e drogas em um marco proibicionista, apontando as insuficiências dessa normatividade e a necessidade de superá-la.
Resumen La monografía aborda el narcotráfico organizado en América Latina, a partir de su relación con la seguridad y con la economía política internacional. En este ámbito, el objeto de investigación es la actual crisis de seguridad en México, que combina el conflicto asimétrico entre organizaciones narcotraficantes y gobierno con la cooperación interestatal bajo la lógica de “guerra a las drogas” o “guerra a los carteles”. Para tal, se presenta las principales referencias teóricas con respecto de la economía de la droga, del narcotráfico organizado y del rol que este tuvo en el conflicto colombiano. Además, el trabajo reconstruye la historia reciente de México, subrayando el acercamiento con los EE.UU., el desarrollo del narcotráfico en el país y la política de enfrentamiento del gobierno mexicano contra el crimen organizado. Al fin, la monografía converge este acumulo empírico y teórico para una interpretación alternativa de la crisis mexicana, basada en la interacción continuada y conflictiva entre economía de la droga, conflicto asimétrico y cooperación interestatal. En la consideraciones finales, se apuntan breves comentarios sobre la relación entre seguridad y drogas bajo un marco prohibicionista, indicando las insuficiencias de esta normatividad y la necesidad de superarla.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28376
Arquivos Descrição Formato
000770837.pdf (1.491Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.