Repositório Digital

A- A A+

Análise dos índices de vulnerabilidade sazonais de inverno e verão para a classificação das dunas frontais do município de Capão da Canoa, Litoral Norte do Rio Grande do Sul

.

Análise dos índices de vulnerabilidade sazonais de inverno e verão para a classificação das dunas frontais do município de Capão da Canoa, Litoral Norte do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise dos índices de vulnerabilidade sazonais de inverno e verão para a classificação das dunas frontais do município de Capão da Canoa, Litoral Norte do Rio Grande do Sul
Autor Jardim, João Pedro de Moura
Orientador Gruber, Nelson Luiz Sambaqui
Co-orientador Portz, Luana Carla
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geografia: Bacharelado.
Assunto Capão da Canoa (RS)
Dunas frontais
Geografia ambiental
[en] Foredunes
[en] Vulnerability index
Resumo A orla do município de Capão da Canoa, Litoral Norte do estado do Rio Grande do Sul, possui 18 km de extensão intercalando áreas de alta densidade ocupacional com áreas não urbanizadas que preservam suas características naturais. Os sistemas de dunas frontais representam sistemas naturais bastante delicados e vulneráveis à pressão de uso. Neste trabalho, buscou-se analisar o índice de vulnerabilidade das dunas frontais, a partir de levantamentos de campo ao longo da orla do município, sendo esta dividida em 71 perfis realizados em setembro de 2008 (inverno) e fevereiro de 2010 (verão), utilizando-se uma lista de controle de vulnerabilidade (cheklist). A partir da taxação de parâmetros, atribuiu-se um índice de vulnerabilidade (IV) para cada perfil, estabelecendo-se um IV de inverno e um IV de verão, e a média entre eles para enquadrá-los em um nível de vulnerabilidade. Os valores mais altos encontrados coincidiram com as áreas mais urbanizadas do município, no distrito sede, Capão Novo, Arroio Teixeira e Balneário Curumim, tanto no inverno quanto no verão, devido à posição da urbanização que muitas vezes reduz a largura dos cordões de dunas frontais. Os fatores que mais contribuíram para a degradação das dunas frontais foram: a condição de praia, no inverno, e a pressão de uso, no verão, indicando a alta fragilidade de alguns perfis ao longo da orla.
Abstract The shoreline of Capão da Canoa, Rio Grande do Sul State north coast, stretches for 18 km, alternating densely populated areas with non urban empty spaces that still have their natural features preserved. The foredunes systems represent a very delicate and vulnerable environment to anthropic pressure. This paper aimed to evaluate the foredunes´ vulnerability, by field evaluation of 71 profiles along Capão da Canoa shoreline in september 2008 (wintertime) and february 2010 (summertime), using a field checklist. After rating some parameters, a Vulnerability Index was established for each profile during wintertime and summertime, and their average was calculated to give them a vulnerability level. The highest values matched the most densely populated areas in that municipality, mainly downtown and in the districts of Capão Novo, Arroio Teixeira and Curumim, both in winter and summer, due to the position of the urban area, that often shortens the width of the foredune ridges. The major factors contributing to foredune degradation were: beach condition during winter time and use pressure, during summertime, indicating the high vulnerability associated with some profiles along the shoreline.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28462
Arquivos Descrição Formato
000770560.pdf (5.363Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.