Repositório Digital

A- A A+

Trabalho e identidade no serviço público federal : uma investigação sobre o servidor do seguro social

.

Trabalho e identidade no serviço público federal : uma investigação sobre o servidor do seguro social

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Trabalho e identidade no serviço público federal : uma investigação sobre o servidor do seguro social
Autor Silva, João Paulo dos Santos da
Orientador Cotanda, Fernando Coutinho
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Identidade do trabalho
Reestruturação produtiva
Serviço público federal
Resumo O objetivo deste estudo é analisar a (trans)formação da identidade dos servidores públicos federais brasileiros, em um ambiente de mudança na organização da administração federal. A partir dos anos 1990 o Brasil atravessa um processo de reestruturação de sua cadeia produtiva baseado em alterações técnicas e organizacionais adotadas anteriormente em países europeus e norte americanos. Na administração pública estas mudanças passaram a ser desenvolvidas a partir do Plano Gestor de Reforma do Aparelho de Estado, que significou, além de um enxugamento da máquina estatal a partir do processo de privatizações, uma reformulação nas carreiras do serviço público federal com a priorização de concursos públicos em detrimento à outras formas de contratação e a mudança de métodos organizacionais por parte do Estado brasileiro com relação ao serviço público, passando a adotar procedimentos oriundos do setor privado. Estas alterações afetaram diretamente a Previdência Social brasileira que, através do Instituto Nacional do Seguro Social, iniciou um processo de reorganização do trabalho a partir de um novo modelo de gestão e incorporação de sistemas operacionais informatizados para o controle e concessão de benefícios previdenciários, resultando em um monitoramento da produtividade de seus funcionários e à incorporação da gratificação por produtividade. Estas mudanças afetaram objetivamente os servidores da Previdência Social que, além de sofrerem alterações em seu ambiente de trabalho, passaram a contar com um percentual variável em sua remuneração dependendo de sua produção. Com base neste cenário de transformações busco analisar como estas mudanças afetaram a formação da identidade dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social, estabelecendo uma comparação entre os funcionários que ingressaram no instituto antes das alterações e aqueles que foram contratados após a conformação destas. Verifico ainda a possibilidade de ação coletiva destes servidores, observando o posicionamento do sindicato da categoria frente a esta nova realidade.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28473
Arquivos Descrição Formato
000769882.pdf (231.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.