Repositório Digital

A- A A+

Aplicação do índice de boas práticas de planejamento em empresas construtoras da região metropolitana de Porto Alegre

.

Aplicação do índice de boas práticas de planejamento em empresas construtoras da região metropolitana de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aplicação do índice de boas práticas de planejamento em empresas construtoras da região metropolitana de Porto Alegre
Autor Reck, Raquel Hoffmann
Orientador Formoso, Carlos Torres
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo O índice de boas práticas do planejamento tem como objetivo avaliar o grau de maturidade de sistemas de planejamento e controle da produção. Este é composto por um conjunto de práticas, das quais várias estão vinculadas ao sistema Last Planner de controle da produção, organizadas em uma lista de verificação. Vários trabalhos acadêmicos utilizaram este indicador sempre com o objetivo de diagnosticar o processo de PCP e avaliar melhorias implementadas nesse processo. Mas até o momento ainda existem deficiências da bibliografia na aplicação deste indicador, quanto a dados quantitativos da aplicação dessas práticas em empresas construtoras e a não existência de um roteiro para a aplicação desta lista de verificação de forma sistemática. Assim o presente trabalho propõe refinar e sistematizar o índice de boas práticas do planejamento e controle da produção. Este objetivo foi desdobrado em dois. O primeiro desdobramento foi a construção do protocolo de coleta de dados, o qual foi necessário descrever as práticas, estabelecer critérios para a atribuição do grau de maturidade e formular perguntas e itens para obter informações quanto à aplicação das práticas. Assim, foram utilizadas três fontes de evidências: entrevista, identificando como o PCP é realizado no dia-a-dia; análise documental, verificando os planos e as listas de restrições, e observação sistemática, verificando os dispositivos visuais e a transparência dos planos. O segundo desdobramento foi a coleta do índice de boas práticas em 26 canteiros de obras de 12 empresas construtoras que implementaram o sistema Last Planner na gestão da produção. Como resultado, este trabalho apresenta dois produtos. O primeiro é a sistematização da coleta do índice de boas práticas do planejamento e controle da produção em um protocolo de coleta de dados. Já o segundo é uma base de comparação com dados de trabalhos já realizados anteriormente, habilitando a comparação também sistemática dos resultados obtidos pelo protocolo de coleta de dados.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28570
Arquivos Descrição Formato
000769093.pdf (1.874Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.