Repositório Digital

A- A A+

Avaliação socioeconômica do projeto da rodovia BR-448 : uma abordagem expedita utilizando a análise de custo-benefício

.

Avaliação socioeconômica do projeto da rodovia BR-448 : uma abordagem expedita utilizando a análise de custo-benefício

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação socioeconômica do projeto da rodovia BR-448 : uma abordagem expedita utilizando a análise de custo-benefício
Autor Pires, Rafael Fofonka
Orientador Senna, Luiz Afonso dos Santos
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho apresenta uma avaliação socioeconômica simplificada do projeto da rodovia BR-448, uma rodovia federal que teve suas obras iniciadas em setembro de 2009, com previsão de término em março de 2012. O principal objetivo desta Rodovia será o de desafogar o tráfego da BR-116, principal eixo rodoviário da Região Metropolitana de Porto Alegre. Por se tratar de um empreendimento de grande vulto, os estudos de viabilidade técnica, socioeconômica e ambiental são cruciais para a decisão de conceber ou não um projeto desta natureza, porém o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), órgão responsável pela gestão da nova rodovia, comumente não disponibiliza para consulta popular os estudos relativos à viabilidade dos projetos de construção e restauração de rodovias. Este trabalho, no entanto, não almeja preencher esta lacuna, e sim apresentar uma avaliação simplificada, baseada nas melhores práticas abordadas pela literatura, sem considerar critérios mais aprofundados, que demandariam mais recursos e tempo para pesquisa. A partir da revisão da literatura que aborda os modelos de avaliação socioeconômica, adotou-se o modelo de Análise por Custo-Benefício, baseado nas características do projeto e nos dados disponíveis. Primeiramente, foram levantados os custos envolvidos no projeto da Rodovia como um todo. Destacam-se os custos de implantação, manutenção e operação. Após esta etapa foram determinados os benefícios que a Rodovia poderá proporcionar aos usuários, buscando monetizar todos eles. Destacam-se a redução no tempo de viagem, do número de acidentes, dos custos operacionais dos veículos e das emissões de poluentes. Na segunda etapa do trabalho foi aplicado o modelo de avaliação, comparando custos e benefícios envolvidos e verificando a sensibilidade do modelo, como forma de gestão do risco. A partir dos indicadores de viabilidade, verificou-se que o projeto é viável socioeconomicamente desde que seus custos se mantenham controlados e que os benefícios se realizem conforme o previsto. A análise de sensibilidade apontou que para uma condição mais pessimista, o projeto deixa de possuir as características de um empreendimento viável socioeconomicamente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28585
Arquivos Descrição Formato
000769212.pdf (1.664Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.