Repositório Digital

A- A A+

Caracterização petrográfica e tecnológica dos riodacitos da raiz de um domo na região de Frei Caneca, São Marcos, RS

.

Caracterização petrográfica e tecnológica dos riodacitos da raiz de um domo na região de Frei Caneca, São Marcos, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização petrográfica e tecnológica dos riodacitos da raiz de um domo na região de Frei Caneca, São Marcos, RS
Autor Rizzon, Gabriela Cioato
Orientador Philipp, Ruy Paulo
Co-orientador Lima, Evandro Fernandes de
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Petrografia
Rochas ornamentais
São Marcos (RS)
[en] Ornamental rocks
[en] Rheoignimbrites
[en] Serra geral formation
[en] Technologic essay
[en] Volcanic conduct
Resumo A pedreira da área de Frei Caneca, São Marcos, RS, é a uma jazida de riodacitos ornamentais gerados a partir de uma zona de alimentação de um domo ácido. Esta zona é caracterizada por um forte bandamento de fluxo, que alterna bandas escuras hipocristalinas com bandas avermelhadas de mesma composição, porém oxidadas. Observa-se também autobrechas e brechas hidráulicas além de xenólitos de basaltos extraídos durante a ascensão do magma ácido. O vulcanismo ácido da região de São Marcos pode ter sido gerado por sucessivos derrames que atingiram uma espessura mínima de 240 m. Não foi possível estabelecer o número destes derrames. A individualização do derrame da área de Frei Caneca pode ser inferida a partir de uma zonalidade definida pela presença de um nível de pitchestone no contato com o derrame básico sotoposto, transicionando para vitrófiros e granófiros em direção a sua porção central e de topo. As zonas intermediárias dos fluxos ácidos caracterizam-se por uma textura equigranular fina construída a partir de uma petrotrama micropoiquilítica a microgranofírica, ambas geradas por desvitrificação. Na porção de topo dominam vitrófiros. A configuração geral das estruturas de fluxo da unidade ácida é sugestiva de uma estrutura dômica como forma geral do corpo ígneo. Na área estudada o bandamento de fluxo tem direção geral leste–oeste e disposição subvertical. A disposição basal e lateral dos pichstones, a relação entre os vitrófiros e granófiros e a disposição geral dos do bandamento de fluxo sugerem uma estruturação dômica com alimentação através de fissuras de direção leste-oeste. Os riodacitos foram gerados a partir de fluxos de lava ácida de alta temperatura (1049°C e 972°C) e não constituem reoignimbritos, como sugerido na literatura. Na estratigrafia das unidades vulcânicas ácidas constata-se a ausência de texturas piroclásticas na base dos fluxos. Adicionalmente não são constatadas modificações texturais, tanto verticalmente como lateralmente, que são típicas de fluxos piroclásticos de alta temperatura. Petrograficamente os vulcanitos de São Marcos apresentam características de lavas ácidas com fenocristais subédricos a euédricos e ausência de litoclastos, cristaloclastos, shards e púmices, constituintes típicos de ignimbritos e reoignimbritos. Dados de litoquímica indicam que as lavas são riodacitos do grupo Palmas e subgrupo Caxias do Sul. Sotoposto a este episódio ácido afloram seis unidades efusivas de rochas básicas, incluindo quatro derrames do tipo pahoehoe e dois derrames do tipo a’a’. Os resultados dos ensaios tecnológicos (índices físicos, massa específica aparente seca, velocidade de propagação de ondas longitudinais, desgaste por abrasão Amsler, impacto de corpo duro e brilho) obtidos até o momento são favoráveis e sugerem o uso destes litotipos como rocha ornamental, especificamente como revestimento e piso interno.
Abstract The quarry area of Frei Caneca, São Marcos, RS, is a mine of ornamental rhyodacites generated from a feed zone of a dome acid. This zone is characterized by a strong flow banding, alternating with dark bands and hipocrystaline reddish bands of the same composition, but rusty. It is also observed autobreccia, hydraulic breccia and basalt xenoliths also extracted during the ascent of acid magma. The acid volcanism in the region of São Marcos may have been generated by successive lava flow that reached a minimum thickness of 240 m. It was not possible to establish the number of the lava flows. The individualization of the lava flow in the Frei Caneca area can be inferred from a zonally defined by the presence of a level pitchestone in touch with the basic lava flow placed beneath, and transitioning to vitrophire and granophire towards the central portion and top. The intermediate zones of the acid flows are characterized by a fine equigranular texture built from a petrofabric micropoiquilitic to microgranophiric, both generated by devitrification. In the top portion the vitrophire dominates. The general configuration of the flow structures of the acid unit is suggestive of a dome structure and overall shape of the igneous body. The flow banding in the study area has a generally east-western direction and subvertical dip. The provision of lateral and basal pichstones, the relationship between vitrophire and granophire and the general arrangement of the flow banding suggest a domic structure with regional fracture of east-west direction. The rhyodacites were generated from acidic lava flows of high temperature (1049 ° C and 972 ° C) and do not constitute rheoignimbrite, as suggested in the literature. In acid volcanic stratigraphy of the units it appears the lack of textures in the base of pyroclastic flows. Additionally textural changes are not observed, both vertically and laterally, which are typical of pyroclastic flows of high temperature. Petrography of acid flow from São Marcos exhibit characteristics of acid lavas with euedral to subhederal phenocrystals, the absence of lithoclasts, crystaloclasts, shards and pumices, typical constituents of ignimbrites and reoignimbrites. Litochemistry data indicate that the lavas are rhyodacites of the Palmas group and Caxias do Sul subgroup. Placed beneath this acid effusive episode occur six units of basic volcanic rocks, including four lava flows of the type pahoehoe and two lava flows of the type a'a'. The results of technological tests (physical index, dry density, velocity of longitudinal wave propagation, Amsler abrasion, impact from hard body and brightness) obtained so far are favorable and suggest the use of rocks as ornamental, specifically as a revestment and internal floor.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28618
Arquivos Descrição Formato
000771639.pdf (6.319Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.