Repositório Digital

A- A A+

Caracterização faciológicaa e estratigráfica dos sistemas mistos, siliciclásticos-carbonáticos do grupo Barra Nova, campo de fazenda Santa Luzia, Bacia do Espírito Santo

.

Caracterização faciológicaa e estratigráfica dos sistemas mistos, siliciclásticos-carbonáticos do grupo Barra Nova, campo de fazenda Santa Luzia, Bacia do Espírito Santo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização faciológicaa e estratigráfica dos sistemas mistos, siliciclásticos-carbonáticos do grupo Barra Nova, campo de fazenda Santa Luzia, Bacia do Espírito Santo
Autor Rodrigues, Adriana Damiani
Orientador Scherer, Claiton Marlon dos Santos
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Espírito Santo, Bacia do (ES e BA)
Estratigrafia
Hidrocarbonetos
Resumo Regiões que apresentam mistura de sedimentos carbonáticos e siliciclásticos, os chamados sistemas mistos ou híbridos são comuns ao longo do registro geológico, mas sua identificação requer uma maior atenção, devido à dificuldade em se distinguir suas fácies (siliciclásticas, carbonáticas e híbridas) e consequentemente seu modelo deposicional. O Campo de Fazenda Santa Luzia faz parte de um sistema híbrido composto pelos depósitos das formações São Mateus (siliciclásticos) e Regência (carbonatos), que compõem o Grupo Barra Nova, de idade Albiana. Este campo é um importante reservatório de hidrocarbonetos da Bacia do Espírito Santo e atualmente encontra problemas na produção e recuperação de óleo devido à intercalação vertical e lateral de seus depósitos clásticos e carbonáticos, e combinado com os falhamentos confere grande complexidade geométrica e heterogeneidade ao reservatório. A partir da descrição dos testemunhos de sondagem foi possível construir um arcabouço faciológico e estratigráfico inéditos para o Campo. A descrição sedimentológica foi integrada à petrografia, com isso chegou-se a 15 fácies, 9 siliciclásticas, 4 híbridas e 2 carbonáticas. As fácies foram agrupadas em 5 associações de fácies distintas, lobo turbidítico proximal (AF-A), lobo turbidítico intermediário (AF-B) e lobo turbidítico distal (AF-C), que fazem parte do sistema deposicional turbidítico, e canal fluvial (AF-D) e depósitos externos ao canal - overbank (AF-E), referentes ao sistema deposicional fluvial. Foi utilizada a Sequência T-R devido a maior facilidade em reconhecer os padrões retrogradacionais e progradacionais nos perfis, e pelo fato de só serem observadas as discordâncias que delimitam a base e o topo do intervalo de estudo. Com isso, foram delimitadas 4 sequências T-R, três completas (SEQ-1, SEQ-2 e SEQ-3) e uma incompleta (SEQ-4). Destas, três apresentam modelos deposicionais semelhantes (SEQ-1, SEQ-3 e SEQ-4), depósitos pertencentes ao sistema deposicional turbidítico, e a Sequência 2 (SEQ-2) também apresenta as fácies turbidíticas, mas se diferencia pela ocorrência dos depósitos fluviais. Estes resultados auxiliarão na locação de novos poços, evitando locais que apresentam reservatórios compartimentados ou isolados.
Abstract Regions showing mix of siliciclastic and carbonatic sediments, wich are called mixed or hybrid systems are common throughout the geologic register, but its identification needs big atencion, due to the difficulty in distinguishing its fácies (siliciclastics, carbonate and hybrids) and consenquently its depositional system. Fazenda Santa Luzia`s Field belongs to a hybrid system composed of São Mateus (siliciclastic) and Regência (carbonate) Formations, composing the Barra Nova Group of Albian age. This Field is an important hydrocarbon reservoir in the Espírito Santo Basin and currently has problems in production and oil recovery due to the vertical and lateral intercalation of its clastic and carbonate deposits, and combined with the faults gives a geometric complexity and heterogeneity to the resevoir. Through the description of the boreholes was possible to buildt a never seen faciologic and estratigraphic framework to the Field. The Sedimentology description has been integrated with a Petrography and resulted fifteen facies, nine siliciclastic, four hybrids and two carbonates. The facies were grouped into five distinct facies, proximal turbidite lobe (AF-A), intermediate lobe turbidite (AF-B) and distal turbidite lobe (AF-C), which are part of the turbidite depositional system, and river channel (AF-D) and outside deposits to the channel – overbank (AF-E), concerning fluvial depositional system. The T-R Sequence was used due to its facility in recognizing progradational and retrogradational patterns in the profiles, and by the fact of only been observed the unconformities wich suround the base and top of the study‟s range. Thus, four T-R sequences were delimited, three complete (SEQ-1, SEQ-2 and SEQ-3) and one incomplete (SEQ-4). Out of these four sequences, three have similar depositional system (SEQ-1, SEQ-3 e SEQ-4), deposits belonging to the turbidite depositional system, and Sequence 2 (SEQ-2) also shows the turbidite facies, but differs by the occurrence of fluvial deposits. These results will help in locating of new wells, avoiding places that have fragmented or isolated reservoirs.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28620
Arquivos Descrição Formato
000771658.pdf (10.41Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.