Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de Giardia sp. e Cryptosporidium spp. em populações de cães de diferentes regiões do município de Porto Alegre, RS, Brasil

.

Prevalência de Giardia sp. e Cryptosporidium spp. em populações de cães de diferentes regiões do município de Porto Alegre, RS, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de Giardia sp. e Cryptosporidium spp. em populações de cães de diferentes regiões do município de Porto Alegre, RS, Brasil
Autor Silva, Sonia Maria Mottin Duro da
Orientador Araujo, Flávio Antônio Pacheco de
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Cryptosporidium
Giardia
Parasitologia veterinaria : Caes
Resumo Este estudo objetivou identificar a prevalência de cistos de Giardia sp. e oocistos de Cryptosporidium spp. em amostras de fezesde cães do município de Porto Alegre. As amostras foram analisadas através do método de Faust e cols, para pesquisa de Giardia e esfregaços de fezes corados com Zieh-Neelsen para pesquisa de Cryptosporidium. Foram comparadas as prevalências destes parasitos entre duas populações de cães: cães com proprietário provenientes de comunidades econômica e socialmente vulneráveis de Porto Alegre cães errantes recolhidos ao canil municipal. Foram avaliadas também as prevalênciasem duas faixas etárias: filhotes (idade até 12 meses) e adultos (12 meses ou mais) e quanto ao sexo. Através da aplicação de um questionário epidemiológico algumas variáveis ambientais e de manejo, como acesso à via pública, convivência com outros animais no domicílio e higiene do ambiente onde o animal vive, também puderam ser avaliadas. Das 454 amostras de fezes de cães examinadas, 18,5 %, apresentaram cistos de Giardia, não sendo identificada diferença significativa entre os cães com e sem proprietário. Na pesquisa de Cryptosporidium a prevalência foi de 6,34% nas 410 amostras analisadas. A prevalência encontrada em cães com proprietário foi maior 9,85 % do que os cães de rua 2,89 %. Comparando as faixas etárias, ambos os parasitos apresentaram maior ocorrência em filhotes, 32,65% positivo para Giardia e 11, 36% para Cryptosporidium. Quanto ao sexo não houve diferença significativa em ambos os parasitos. Na análise de variáveis ambientais e de manejo, foi observado que a convivência com outros animais no domicílio e o acesso à via pública não se constituíam como fator de risco para a ocorrência de ambos os parasitos estudados. No entanto, a condição de higiene do domicílio apresentou significativa associação com a ocorrência de cistos de Giardia, que não foi observado na ocorrência de oocistos de Crytposporidium spp. A prevalência de ambos os parasitos em cães assintomáticos coincide com o que é apresentado na bibliografia, que nos cães o significado patogênico das infecções por Giardia e Cryptosporidium é pequeno. Animais assintomáticos podem eliminar cistos de Giardia e oocistos de Cryptoporidium em quantidade significativa, no presente estudo (18,5% e 6,34 %, respectivamente) podendo atuar como fonte de infecção para outros animais, contaminando o ambiente e podendo, em situações especiais, vir a contaminar seres humanos (transmissão zoonótica).
Abstract This study aimed at identifying the prevalence of cysts of Giardia sp. and oocysts of Cryptosporidium spp. in dogs of the municipality of Porto Alegre. The samples were analyzed by the method of Faust et al for the search of Giardia and fecal smear stained by Zieh-Neelsen technique for the search of Cryptosporidium. The prevalence of these parasites was compared between two populations of dogs: dogs with owners from economically and socially vulnerable communities of Porto Alegre and wandering dogs which had been taken to the Municipal Kennel. It was also evaluated the prevalence of the parasites in two age groups - puppies (age up to 12 months) and adults (12 months or more), and regarding their sex. By applying an epidemiological survey, some environmental and handling variables, such as management, access to public roads, coexistence with other animals at home and the hygiene of the place where the animals live could also be assessed. Of the 454 dog feces samples examined, 18,5%showed cysts of Giardia, not being identified significant differences between tne dogs with and without owners. In the search of Cryptosporidium the prevalence was of 6,34% of the 410 samples analyzed. The prevalence in dogs with owners was 9,85 % greater than in the street dogs 2,89%. Comparing the age groups , both parasites showed greater occurrence in puppies, 32,65% positive for Giardia and 11,36 % for Cryptosporidium. Regarding sex, there was no significant difference for both parasites. In the analysis of environmental and handling variables it was noted that the coexistece with other animals at home and the access to public roads did not constitute a risk factor for the occurrence of both parasites studied . However, the condition of hygiene of the domicile presented significant association with the occurrence of cysts of Giardia, which was not observed in oocysts occurence of Cryptosporidium. The prevalence of both parasites in asymptomatic dogs coincides with what it is found in the bibliography tha in dogs the pathogenic infection by Giardia and Cryptosporidium is small. Asymptomatic animals can eliminate cysts of Giardia and oocystis of Cryptosporidium in significant amount. In this study, 18,5% and 6,34%, respectively and they can act as a source of infection to the other animals, contaminating the environment which may, in special cases, come to infect human beings (zoonotic transmission).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28634
Arquivos Descrição Formato
000771902.pdf (1.694Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.