Repositório Digital

A- A A+

As práticas de leitura como estratégia de sobrevivência e (re) inclusão entre internas da Penitenciária Feminina Madre Pelletier

.

As práticas de leitura como estratégia de sobrevivência e (re) inclusão entre internas da Penitenciária Feminina Madre Pelletier

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As práticas de leitura como estratégia de sobrevivência e (re) inclusão entre internas da Penitenciária Feminina Madre Pelletier
Autor Lopes, Rosângela Fonseca
Orientador Moro, Eliane Lourdes da Silva
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Biblioteconomia.
Assunto Leitura
Sistema prisional
[en] Prisoners
[en] Reading practices
[en] Social reinsertion
Resumo As práticas de leitura realizadas na Penitenciária Madre Pelletier, em Porto Alegre são o foco deste trabalho. Reflete a realidade do Sistema Prisional Brasileiro, aponta aspectos referentes aos problemas da crescente criminalidade e decorrentes de uma sociedade desequilibrada. Destaca a superlotação de presídios e as carências das Instituições, que se transformam em caminhos de volta à delinquência. Discorre sobre o ato de ler, a leitura no ambiente prisional e de que forma a mesma atua como estratégia de sobrevivência. Aborda o modo pelo qual a leitura atua como fator de reinclusão social, fornece subsídios para formação de uma postura crítica e pressupõe a possibilidade de transformação e busca de novos horizontes. Caracteriza o bibliotecário do ambiente prisional e apresenta as observações e entrevistas realizadas junto às alunas detentas e professoras da Escola Julieta Villamil Balestro. Apresenta as histórias de vida das alunas, suas experiências de leitura antes e durante o cumprimento das penas, bem como suas expectativas quando em liberdade. Ressalta aspectos referentes às práticas de leitura e sugere ações para implemento das mesmas.
Abstract This study focuses on reading practices done at Madre Pelletier Penitentiary, located in Porto Alegre, Brazil. It reflects the reality of Brazilian Prison System, pointing out aspects of the increasing criminality that results of a unbalanced society. It emphasizes the overcrowded prisons and deficiency of these institutions that have become a road back to deliquency. Discourses about the act of reading, reading in prison surrounding and how reading acts as a survival strategy. It addresses the way in which reading acts as a factor of social reinsertion, provides subsidies for a critical stance formation and foresee the possibility of transformation and the search of new horizons. Distinguishes the prison librarian and displays observations and interviews done with teachers and prisoner students of Julieta Villamil Balestro school. Presents the students' life stories, their previous and current reading experiences, as well as their expectations for when they are free. Emphasizes aspects related to the practices of reading and suggests actions to implement them.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28658
Arquivos Descrição Formato
000772258.pdf (242.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.