Repositório Digital

A- A A+

Padrões de assentamento, subsistência, mobilidade sazonal e interação cultural entre os caçadores-coletores do período Arcaico Tardio (4.500-2.000 A.P.) na Upper Peninsula, Michigan, EUA

.

Padrões de assentamento, subsistência, mobilidade sazonal e interação cultural entre os caçadores-coletores do período Arcaico Tardio (4.500-2.000 A.P.) na Upper Peninsula, Michigan, EUA

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Padrões de assentamento, subsistência, mobilidade sazonal e interação cultural entre os caçadores-coletores do período Arcaico Tardio (4.500-2.000 A.P.) na Upper Peninsula, Michigan, EUA
Autor Neubauer, Fernanda
Orientador Dias, Adriana Schmidt
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Bacharelado.
Assunto Arqueologia
Assentamento humano
Período arcaico tardio : 4.500 - 2.000 A.P.
Superior, Península (Estados Unidos)
[en] Late archaic
[en] Seasonal mobility and settlement patterns
[en] Upper peninsula
Resumo Os dados acerca do período Arcaico Tardio (4.500 a 2.000 A.P.) na Upper Peninsula de Michigan são precários e pouco nos informam sobre o modo de vida dos habitantes indígenas na região. Pensando-se nesta problemática, esta pesquisa intenta estudar os padrões de assentamento, subsistência, mobilidade sazonal e interação cultural entre os diferentes grupos caçadores-coletores que ocuparam grande parte desta península durante este período temporal. Com base no modelo de assentamento e mobilidade sazonal desenvolvidos por Robertson (1987) para as populações do Vale Saginaw, no Lower Michigan, proponho que um sistema semelhante a este estava sendo desenvolvido pelas populações do Arcaico Tardio na Upper Peninsula. Dentro deste sistema, a ilha Grand Island serviria como o centro de uma rede social, onde diferentes grupos populacionais se agregavam durante o outono para trocar informações, intercambiar objetos e, talvez, pessoas também, através do matrimônio. As demais estações do ano se caracterizariam por uma dispersão populacional em grupos de cerca de 25 indivíduos cada, como no Vale Saginaw.
Abstract There is little archaeological data on the Late Archaic period (4,500-2,000 BP) in Michigan's Upper Peninsula, and as such we know little of the lifestyles of the indigenous inhabitants of the region. This paper intends to study settlement and subsistence patterns, seasonal mobility, and cultural interaction between the groups of hunter-gatherers occupying great parts of the region during this time period. Based on Robertson's (1987) model of settlement and seasonal mobility for the people of Saginaw Valley in Lower Michigan, I propose that a similar system was being implemented by the peoples of the Late Archaic in the Upper Peninsula. Within this system, Grand Island would have served as the center of a social network where different population groups aggregated in the fall to exchange information, goods, and possibly people, through intermarriages. Other seasons were characterized by a dispersed population of groups of about 25 individuals, as in the Saginaw Valley.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/28680
Arquivos Descrição Formato
000772615.pdf (2.530Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.